Banca Online e Trading 2017  “Estamos a construir uma resposta global”

“Estamos a construir uma resposta global”

Ao cabo de quase dois séculos de história, a Associação Mutualista Montepio encara o mundo da banca digital, de forma a continuar a cativar novas gerações. O site renovado e uma app são ferramentas que, refere a directora Rita Pinho Branco, facilitam “a proximidade e instantaneidade na comunicação e relação com o principal stakeholder - o Associado”.
 “Estamos a construir uma resposta global”

As soluções mutualistas de poupança e protecção que o Montepio desenvolve desde a sua fundação, em 1840, podem surgir aos olhos de muitos como não mais do que uma actividade bancária comum. Mas tendo o estatuto jurídico de Instituição Particular de Solidariedade Social, a sua natureza associativa prende-a um conjunto de valores que perduram ao longo dos tempos.

 

Os princípios de economia social não serão, contudo, um entrave à actividade financeira através das novas tecnologias digitais. Antes pelo contrário, deverão ajudar na aproximação às várias gerações que compõem os mais de 600 mil associados, a avaliar pelas palavras de Rita Pinho Branco, directora de Comunicação, Marketing e Canais da Associação Mutualista Montepio, ao Negócios em Rede.

 

Como se pode apresentar hoje a Associação Mutualista, sobretudo às novas gerações?

A Associação Mutualista Montepio assume uma identidade muito singular, seja porque se inscreve na economia social, seja pela experiência de 177 anos na gestão de soluções de poupança e protecção orientadas para a previdência complementar, seja, ainda, pela dimensão que alcançou: com mais de 600 mil associados é a maior associação portuguesa e uma das maiores da Europa.

 

Os valores que orientam esta Associação, os atributos de confiança, solidez, atuação socialmente responsável, humanismo ou cidadania, e a capacidade comprovada de renovação, reinvenção e atualização têm garantido uma proximidade a crianças e jovens, assim como a pais e avós.

 

A tradição que a Associação Mutualista Montepio tem junto das famílias, o valor que sempre soube gerar e a experiência que proporciona à comunidade associativa são aliados na apresentação desta Instituição às várias gerações.

 

Mas essa existência como instituição mutualista pode ser encarada como um entrave à actividade bancária actual, cada vez mais baseada nas interacções online?

A mudança no paradigma de interação que se regista num mundo cada vez mais digital está presente na visão, no dia-a-dia de atividade da Associação Mutualista Montepio e na sua estratégia de comunicação. Concretiza-se, em termos fundamentais, no site "montepio.org", numa app facilitadora da proximidade e instantaneidade que buscamos na comunicação e relação com o nosso principal stakeholder – o Associado -, mas também nas redes sociais.

 

A realidade digital da Associação Mutualista responde ao objetivo estratégico de acompanhar as necessidades dos associados, respondendo de forma ajustada aos desafios e expectativas que se colocam ao longo da sua vida.

 

Mas como lida uma instituição com quase dois séculos com as novas tecnologias, nomeadamente o homebanking e as app?

A app da Associação Mutualista Montepio é, à semelhança do que sucede com a versão mobile do site (montepio.org), um braço natural da nossa existência e natureza associativa. Um canal de comunicação que afirma a relevância desta Associação na vida das pessoas.

 

Ainda assim, a app da Associação Mutualista está a cumprir a sua primeira etapa. Num futuro próximo queremos estar de forma ainda mais efetiva onde estão as pessoas, garantir que as centenas de parcerias que tecemos com outras entidades são exploradas pelos associados e que as muitas iniciativas que desenvolvemos chegam a todos. Na perspetiva da relação com a comunidade de associados, a universalidade de um dispositivo como o smartphone constitui um trunfo cuja utilização pretendemos naturalmente ampliar.

 

Consideram que as transacções online são também o futuro da Associação Mutualista Montepio?

A transacção online não é o futuro, é o presente. Hoje, a resposta digital da Associação Mutualista Montepio cinge-se à promoção de contacto, mas estamos a aproximar-nos rapidamente das necessidades dos nossos associados na esfera da transaccionalidade.

 

Ao criar um novo site e aplicação para smartphones, pretende o Montepio cativar novos clientes, mais jovens, ou disponibilizar esses meios aos seus associados tradicionais?

A Associação Mutualista Montepio sempre apostou na segmentação da sua relação com os associados. Por conhecer as suas motivações. Por reconhecer as diferenças entre necessidades. Por querer levar a melhor resposta a cada um.

 

Exemplo disso mesmo foi o caminho que já percorremos com as nossas publicações institucionais impressas: três revistas dirigidas aos associados até aos 13 anos de idade, dos 13 aos 20 anos e dos 21 em diante.

 

Estar no digital corresponde a oferecer diferentes respostas suportadas em diferentes plataformas e, uma vez mais, saber escutar o que os diferentes perfis de associados nos dizem. Estamos a construir uma resposta global e multicanal que se tornará ainda mais visível num futuro próximo.




pub