PME 2017 Ascensão na empresa e abertura no mercado de trabalho

Ascensão na empresa e abertura no mercado de trabalho

Edições anteriores revelam as várias vantagens do programa.
Ascensão na empresa e abertura no mercado de trabalho

A gestão de projecto é uma área que, actualmente, atravessa praticamente todos os sectores. Por isso, os destinatários do Executive Master em Gestão de Programas e Projectos do INDEG-ISCTE variam, mas "enquadram-se tipicamente em técnicos, quadros e gestores de empresas ou de organismos públicos, com experiência em gestão de projectos, que pretendam aprofundar e enriquecer os seus conhecimentos" na área.

 

Mas não só. Segundo Leandro Pereira e Carlos Jerónimo, director e director executivo, respectivamente, do Executive Master em Gestão de Programas e Projectos, este programa destina-se igualmente a "executivos que desejam adquirir conhecimentos nesta área, como forma de ampliarem as suas possibilidades no mercado de trabalho".

 

O "feedback" que o corpo docente tem recebido dos ex-participantes que frequentaram o programa em edições anteriores tem sido "extremamente positivo e há várias histórias de sucesso". Há ex-alunos que após este programa "conseguiram ascender a uma posição de gestão de projecto dentro da mesma empresa. Outros mudaram de organização e viram "as suas responsabilidades e honorários aumentarem". E ainda há ex-participantes que conseguiram "com a certificação agarrar projectos internacionais de dimensão, visibilidade e impacto na sociedade acima da média".

 

Sobre as parcerias com outras empresas para os alunos terem contacto com a realidade empresarial e com os casos práticos, o INDEG-ISCTE aposta "em inteligência colectiva" através de duas vertentes base: "Garantir um corpo docente que alia a excelência académica ao conhecimento e contacto com a realidade empresarial; e garantir que os participantes escolhidos para o programa tenham a experiência mínima necessária, diversificada em termos de indústria, o que permite que a partilha de experiências da realidade empresarial entre participantes."


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub