Dia Mundial do Ambiente 2017 Praias da UE têm "luz verde"

Praias da UE têm "luz verde"

Maioria das zonas balneares está isenta de poluentes nocivos para a saúde humana e para o ambiente
Praias da UE têm "luz verde"

O relatório da Agência Europeia do Ambiente (AEA) e da Comissão Europeia sobre a qualidade das águas balneares, publicado na passada semana, revela que mais de 85% das zonas balneares europeias monitorizadas em 2016 satisfaziam as rigorosas normas de qualidade, o que significa que a maioria das zonas balneares está isenta de poluentes nocivos para a saúde humana e para o ambiente. Mais de 96% das zonas balneares satisfazem os requisitos mínimos de qualidade estabelecidos ao abrigo das regras da União Europeia (UE).

 

Karmenu Vella, comissário responsável pelo Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, afirmou que a "excelente" qualidade de águas balneares europeias não é um mero acaso. "É o resultado do trabalho árduo de profissionais empenhados. Demonstra a importância das políticas da UE que promovem o desenvolvimento de postos de trabalho verdes", realçou o maltês.

 

O relatório abrange zonas balneares em toda a UE, Albânia e Suíça. O documento reúne análises de amostras de água recolhidas em mais de 21.000 zonas balneares costeiras e interiores, indicando quais os locais onde se poderá encontrar a água com melhor qualidade neste Verão. As águas balneares são objecto de amostragem e monitorizadas para detecção de contaminação por poluição fecal proveniente das águas residuais ou da agro-pecuária.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar