Gestão de Frotas 2017 Renting reúne preferências

Renting reúne preferências

Em Portugal, o renting é a opção que tem gerado mais interesse por parte dos clientes. Em média, os clientes procuram rendas na ordem dos quatrocentos euros por mês.
Renting reúne preferências

Numa altura em que o conceito de mobilidade das empresas está a mudar para o modelo de mobilidade como um serviço, a componente de gestão torna-se essencial e é, na maior parte dos casos, entregue a empresas terceiras, que sendo especializadas nestas áreas garantem a eficiência deste modelo de aquisição de parque automóvel.

 

Particulares e empresas procuram um acompanhamento especializado, inovação na mobilidade, sem potenciais preocupações e sem risco. "Na selecção de um parceiro de "renting", os clientes beneficiam da capacidade negocial que só uma gestora de frota com milhares de viaturas em gestão consegue. A ALD Automotive é líder do mercado europeu, com a gestão actual de mais de 1,41 milhões de viaturas. Com a conquista de dezenas de prémios a nível internacional, em Portugal a empresa viu o seu sistema de gestão certificado pela mais recente norma ISO 9001 de 2015", esclarece Patrícia Sanches, responsável de Marketing e Comunicação da ALD Automotive.

 

Em Portugal, o "renting" é a opção que tem gerado mais interesse por parte dos clientes. Uma renda em "renting" depende de diversos factores. De acordo com os dados da ALD Automotive, o prazo médio mais procurado pelas empresas ronda os 42 meses para os veículos com maior presença no mercado, o segmento médio-inferior. Tudo isto depende bastante dos quilómetros percorridos e dos serviços adicionais contratados, no entanto, mensalmente poderá representar em média cerca de quatrocentos euros por mês para um pacote completo.

 

A ideia de que a crise levou muitas empresas a emagrecerem as suas frotas não é real.

No caso das frotas e na selecção de veículos, a substituição de viaturas de gama superior por gamas mais baixas não foi muito significativa no mercado português. Patrícia Sanches explica que Portugal, quando comparado com outros países, tem ainda uma grande preocupação com o "status" da viatura em detrimento da eficiência de custos e de consumos. "Denota-se, sim, uma procura mais evidente por veículos com menores emissões de CO2, sendo já um dos factores de decisão a favor de uma viatura", esclarece a responsável.

 

Perante cenários de renovação de veículos, individualmente ou em frota, estão disponíveis vários modelos de gestão. A gestão interna, a gestão de frota em "outsourcing" (gestão de frotas) e o aluguer operacional de viaturas ("renting") são os três mais utilizados.

 

Na hora de escolher um parceiro para a gestão de frotas, os clientes devem ter presentes os critérios de serviço que pretendem adjudicar. Para a avaliação no decorrer do contrato, a medição dos índices de qualidade e satisfação deve ser um processo a ter em conta na avaliação de fornecedores e serviços. Da mesma forma, a divulgação de resultados de satisfação de clientes é fulcral, para garantir a qualidade dos serviços.

 

No caso da ALD Automotive, anualmente são divulgados estes resultados, que ao longo dos anos Patrícia Sanches diz ter "originado uma taxa de recomendação elevada, e que ultrapassou os 90% em 2016, indicador de elevado índice de qualidade na gestão da frota dos clientes".

De acordo com esta responsável, é importante trabalhar em várias frentes para atingir o objectivo de aumento de mobilidade e redução de custos dos clientes. "O nosso negócio não é apenas alugar carros, mas sim ajudar a fazer uma gestão mais eficiente dos recursos e da mobilidade dos colaboradores", destaca.

 

Como tal, existem indicadores que devem ser dados pelas gestoras de frota aos seus clientes, que avaliando todos os itens que constituem uma renda permitem optimizar custos e manter valores equilibrados de rendas. A adequabilidade das viaturas às reais necessidades, uma contratação de serviços exigente e eficiente, a escolha do melhor binómio prazo/quilometragem e a centralização dos serviços, num controlo tecnicamente exigente, a preços negociados, geridos por especialistas de forma integrada, garantem o custo mais baixo.


É essencial definir uma estratégia

Depois de dados todos os indicadores relativos à sua frota específica, os clientes devem definir uma estratégia que coloque em prática as recomendações de forma a minimizar aumentos e desvios que decorrem durante o contrato de "renting".

Hoje, o cliente deverá ter uma visão e um controlo sobre a sua frota em função dos avisos e sugestões enviadas pela gestora de frota com a qual tiver um contrato, analisando os alertas de utilização intensiva de pneus, travões, consumo de combustível excessivo e que podem disparar gastos em manutenção, adotando medidas que passem pela melhoria de comportamento dos utilizadores, no cumprimento das regras de segurança e das práticas de ecocondução e da condução defensiva.

É também essencial que no decorrer da contratação haja uma boa utilização do veículo, garantindo um final de contrato sem preocupações.







A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub