Dia Mundial da Energia 2018 “Existem casos promissores a nível internacional”

“Existem casos promissores a nível internacional”

InnoEnergy apoia projectos no sector da energia com sucesso em Portugal. Empresa trabalha em três áreas essenciais da inovação: educação, projectos de inovação e criação de novos negócios.
“Existem casos promissores a nível internacional”

Em Portugal desde 2012, a InnoEnergy é uma empresa europeia criada em 2010 com o apoio do European Institute of Innovation and Technology (EIT), que tem como missão ser o motor europeu da inovação para um futuro energético sustentável. No mercado nacional, conta com uma rede de mais de 200 parceiros. Andreia Fernandes, Portugal "country manager" da InnoEnergy, dá-nos a conhecer melhor a empresa nesta entrevista.

 

De que forma a InnoEnergy apoia a energia sustentável e investe nessa mesma área?

 

Trabalhamos em três áreas essenciais da inovação: a educação, para ajudar a criar uma força de trabalho informada e ambiciosa que entenda quais as exigências de sustentabilidade e quais as necessidades da indústria; projectos de inovação, para reunir ideias, inventores e indústria na criação de tecnologias comercialmente atractivas que entreguem resultados reais aos clientes; criação de novos negócios, para apoiar os empreendedores e start-ups que estão a desenvolver ecossistemas de energia na Europa através de ofertas inovadoras.

 

Quem são os vossos parceiros em Portugal na área energética?

 

Em Portugal, temos três parceiros oficiais: EDP, Galp e Instituto Superior Técnico.

 

Dê-me alguns exemplos de projectos vossos no sector da energia com sucesso em Portugal.

 

Das 11 start-ups apoiadas actualmente, existem casos promissores a nível internacional. Exemplo disso é a BeON, cujos microinversores estão integrados na oferta solar da EDP e que ganhou a última edição do concurso mundial Free Electrons, arrecadando um prémio de 200 mil euros. A RVE.SOL é outro caso de sucesso que recentemente fechou um contrato com a cidade de Busia, no Quénia, fornecendo electricidade através dos seus equipamentos de energia solar. A Pro-Drone, cuja oferta se baseia na inspecção de infra-estruturas de energia através de drones, anunciou recentemente uma parceria com a Arth-Wind para inspeccionar aerogeradores no Brasil.

 

Nos projectos de inovação…

 

Ao nível dos projectos de inovação, temos dois com ADN português. O WindFloat Commercial (Principle Power Inc.), que corresponde à segunda fase de um projecto pioneiro a nível mundial, possibilita a exploração de parques eólicos "offshore" para profundidades superiores a 40 metros, através de uma plataforma triangular flutuante semi-submersível, em que uma turbina eólica é assemblada num dos pilares vértice da estrutura. O protótipo esteve cinco anos no mar perto da Aguçadoura e os testes foram concluídos em Julho de 2016, provando a estabilidade e a fiabilidade da estrutura mesmo em condições de tempestade, injectando na rede eléctrica nacional mais de 17 GWh, o equivalente ao consumo médio de cerca de 1.400 famílias em Portugal.

 

O HiWave (CorPower AB) é uma unidade de produção de energia das ondas de pequena dimensão com baixa inércia, que permite a produção de energia com um vasto leque de tipo de ondas. Esta tecnologia inovadora, inspirada no princípio do bombeamento do coração, oferece uma densidade de energia cinco vezes superior à das soluções existentes actualmente, esperando-se capaz de produzir energia com um custo abaixo dos 0,15 EUR/kWh. Neste momento, o protótipo já efectuou o teste a seco com os resultados necessários para avançar este ano com o teste no mar, na Escócia. O lançamento do primeiro parque pré-comercial está previsto para 2020.

 

Fale-me um pouco da vossa oferta formativa na área da energia?

 

Os sete mestrados da InnoEnergy formam activos mais competitivos na área da energia com a capacidade de revolucionar o panorama do sector na Europa, com um posicionamento global, numa abordagem prática com desafios reais. Durante os dois anos de formação em regime de full-time, os alunos recebem uma sólida formação técnica e científica na área da engenharia num ambiente internacional, complementada com estadias em "business schools" e outras actividades extracurriculares. O Instituto Superior Técnico é parceiro em Portugal da InnoEnergy, desde o início das suas actividades. Aí são leccionados quatro dos sete mestrados do nosso portefólio: ENTECH – Energy Technologies; RENE – Renewable Energy; Clean Fossil and Alternative Fuels Energy; e Select – Environomical Pathways for Sustainable Energy Systems.




pub