Dia Nacional da Energia 2017 Renováveis continuam a crescer em Portugal

Renováveis continuam a crescer em Portugal

O mundo usa cada vez mais as fontes de energia renovável, à medida que os custos com as tecnologias limpas diminuem. Neste capítulo, Portugal tem cumprido o seu papel.
Renováveis continuam a crescer em Portugal

Segundo um relatório divulgado pela União Europeia no início deste ano, 27% das necessidades energéticas do país foram supridas pelas energias renováveis em 2015, o sétimo valor mais alto da UE que, no seu conjunto, usou uma média de 16,4% de energia de fontes limpas. Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado da Energia do Governo actual, diz que os dados apresentados pela Comissão Europeia "dão, a Portugal, a certeza de que o caminho traçado até agora, de aposta nas energias renováveis, é o correcto".

 

Apesar do clima económico difícil, o nosso país continua a desenvolver e a reformar as suas políticas energéticas. Estas mudanças deram origem, segundo a Agência Internacional de Energia, a uma maior actividade do sector energético, ao aumento de capacidade de produção de energia renovável e a uma maior aposta na eficiência energética.

 

A nova estratégia política, que enfatiza a energia renovável e a eficiência energética, concentrou os esforços do país no cumprimento dos objectivos europeus para o sector, à medida que se procura aumentar a competitividade nacional e obter custos de investimento cada vez mais baixos. Inclui também propostas para reforçar as ligações com as redes transnacionais de electricidade e gás natural, e medidas para promover a sustentabilidade económica e ambiental no país. Segundo a AIE, a estratégia seguida por Portugal deverá incluir inspecções independentes regulares e ferramentas de monitorização para examinar a implementação da política energética e assegurar que esta se mantém relevante e lucrativa.

 

No âmbito das interligações energéticas, o relatório sobre o estado da energia da Comissão Europeia admite, uma vez mais, ser necessário o reforço das interconexões de electricidade e de gás, pois um dos problemas continua a ser a falta de ligações entre Portugal e Espanha e o resto da Europa, via França. Em Dezembro passado, por ocasião de um Conselho de Energia da UE, em Bruxelas, o secretário de Estado da Energia disse que o Governo fará "todos os possíveis" para que o tema das interligações continue na agenda europeia, e para Portugal poder exportar energia renovável para a UE.

 

Dia Nacional da Energia

 

O Dia Nacional da Energia decorre em 29 de Maio. Instituído em Portugal em 1981, pela Direcção-geral de Energia, visa promover as energiasrenováveis e sensibilizar e motivar as pessoas para a necessidade de poupar energia. Também procura alertá-las para a importância de preservar os recursos naturais e para o impacto ambiental da actividade de cada um de nós. No dia-a-dia, são muitos os exemplos de opções de consumo ou de comportamentos que se traduzem em poupanças de energia em casa ou no local de trabalho. E isso reflecte-se na redução das contas de electricidade, gás e numa melhor qualidade de vida para todos.


Dicas para tornar a sua casa mais amiga do ambiente

  • Desligue os equipamentos eléctricos quando não precisa deles.

 

  • Seque a roupa no estendal, ao sol e ao vento. São energias renováveis e gratuitas.

 

  • Evite usar aquecedores com resistências eléctricas à vista. Têm consumo muito elevado e secam o ar natural dos compartimentos onde estão instalados.

 

  • Substitua as lâmpadas incandescentes, quando fundirem, por outras mais amigas do ambiente.

 

  • Utilize o ar condicionado apenas quando necessita. Mantenha as portas fechadas do quarto ou sala onde está, para que as condições criadas pelo aparelho se dissipem mais lentamente.

     

     

 

…tal como o seu local de trabalho

 

 

  • Apague as luzes quando sair das salas do escritório ou dos armazéns.

 

  • Desligue, por completo, o computador e os outros equipamentos do escritório quando sair.

 

  • Configure o computador para hibernar durante os períodos curtos em que não o está a usar.

 

  • Encaminhe os equipamentos eléctricos e electrónicos usados para empresas especializadas de reciclagem.

 

  • Imprima documentos em ambos os lados da folha, e em modo de rascunho.

 

  • Use menos papel e aproveite bem os seus equipamentos informáticos e os recursos online existentes.