Ensino Superior 2018 A importância da internacionalização

A importância da internacionalização

Escolas explicam estratégias para os alunos terem currículo internacional.
A importância da internacionalização

É cada vez mais importante os alunos terem um currículo internacional. Quisemos saber o que as faculdades estão a fazer nos seus programas para preparar os alunos para esta realidade. Manuel Fontaine, director da Escola de Direito do Porto da Universidade Católica Portuguesa, explica que parte da licenciatura em Direito "já pode ser frequentada em inglês, o que possibilita o domínio do inglês jurídico, indispensável ao exercício de uma actividade no estrangeiro". "Oferecemos um International Law Programme, com disciplinas de Direito internacional e europeu, além de outras disciplinas em inglês", informa. O professor explica que é igualmente promovida a mobilidade internacional, durante um semestre, "oferecendo mais de 110 vagas em cerca de 60 universidades europeias e de fora da Europa, o que possibilita o domínio de uma língua estrangeira e a criação de redes de contactos valiosas, do ponto de vista pessoal e profissional, além da aquisição de uma maior maturidade e de uma disponibilidade para enfrentar novos desafios".

 

Erasmus ou mobilidade livre

 

Raquel Campos Franco, "associate dean" da Católica Porto Business School, diz que as licenciaturas da sua escola são "exigentes" e que preparam os alunos para um ambiente "competitivo à escala internacional". "Incentivamos a realização de experiências académicas em Erasmus ou mobilidade livre e temos vindo a aumentar de forma significativa a nossa atractividade nos mercados internacionais, sendo crescente o número de estudantes estrangeiros que partilham as salas de aula com alunos nacionais". Actualmente, diz, a maioria das disciplinas em cada licenciatura tem "turmas teóricas e práticas leccionadas em inglês". "E é possível aos alunos que o desejarem, frequentarem as nossas licenciaturas integralmente em inglês."

 

Ciclos de estudo integrais e unidades curriculares em inglês

 

Cláudia Carvalho, directora de Marketing e Comunicação da Universidade Portucalense (UPT), diz que a UPT lecciona "ciclos de estudo integrais e algumas unidades curriculares em inglês". Em relação ao corpo docente "é internacional e o ambiente de aprendizagem multinacional e multicultural". "Também incentivamos os estudantes a participarem em programas de mobilidade em instituições de ensino superior estrangeiras, que estimulam a sua autonomia e o sentido de responsabilidade, melhorando as suas competências linguísticas e o conhecimento de outras culturas."




pub