Formação de Executivos 2018 Formação acompanha mercado em mudança

Formação acompanha mercado em mudança

O mercado está a mudar e os cursos para executivos têm procurado acompanhar essa transformação com novos conteúdos e novos modelos.
Formação acompanha mercado em mudança

Os olhares lançados para o futuro antecipam uma mudança significativa no mercado do emprego, nas profissões mais requisitadas e nas competências necessárias para satisfazer as tarefas que, num futuro cada vez mais dominado pela tecnologia, continuarão a ser realizadas por humanos.

Uma das referências neste tipo de análise é o estudo do Fórum Económico Mundial sobre o futuro do emprego. Apresentado há dois anos, projecta mudanças e respectivos impactos até final da década e, entre boas e más notícias, que dão como certo o surgimento de várias novas profissões ao longo dos próximos anos e o desaparecimento de outras tantas, deixa um alerta claro a governos e empresas.

Nos muitos sectores em que se espera um crescimento do emprego, há um sério desafio para resolver ao nível das competências. Vai escassear talento e não será possível responder ao problema alterando apenas o sistema de ensino e os currículos de quem está a chegar à escola. É preciso agir já, junto de quem está no mercado de trabalho, para ir adaptando competências às transformações que estão a chegar a todos os sectores.        

"Simplesmente não será possível responder à corrente revolução tecnológica esperando por uma nova geração, mais bem preparada. É crítico que as empresas tenham um papel activo no apoio à formação dos seus colaboradores, que os indivíduos tenham uma abordagem proactiva na sua aprendizagem ao longo da vida e que os governos criem um ambiente adequado para rápida e criativamente suportar esses esforços."

A mesma análise sublinha que em muitos países e indústrias muitos dos cargos e funções mais procuradas simplesmente não existiam há 10 anos, e defende que "antecipar e preparar as competências, que num futuro próximo vão ser indispensáveis, é cada vez mais crítico para as empresas".

Neste contexto, a formação ao longo da vida assumiu-se como crítica e é hoje compreendida, procurada e operacionalizada de forma muito diferente, daquilo que acontecia há poucos anos, por imposição do próprio mercado de trabalho.

"A necessidade de formação ao longo da vida foi reconhecida há várias décadas, contudo, ela é cada vez mais importante, por razões várias", reconhece Paulo Bento, presidente do INDEG-ISCTE Executive Education, acrescentando que se em tempos esta formação foi vista como uma opção, hoje é uma inevitabilidade, porque os desafios com que os executivos se deparam são cada vez mais exigentes e complexos.

 

Conceitos inovadores ajudam a modernizar programas

A formação disponibilizada pelas universidades e outros agentes tem vindo a reflectir as preocupações com estas mudanças e a apostar cada vez mais em novas áreas de conhecimento, por um lado, mas também em novos formatos, que dão mais espaço às chamadas "soft skills", recorrendo muitas vezes a conceitos inovadores.

Na oferta das instituições portuguesas há vários exemplos nesse sentido, integrados sobretudo no currículo de programas de MBA, que juntam ao reforço das competências de gestão, uma forte componente de desenvolvimento pessoal. Actividades com vela, padel ou ateliês de teatro, por exemplo, fazem parte da vertente menos convencional da estrutura  de alguns destes programas e parcerias com instituições como a Marinha Portuguesa (Escola Naval no caso do ISEG; Fuzileiros no caso do ISCTE) ou com a Força Aérea levam os participantes para actividades de exterior, para trabalhar a liderança e o esforço de equipa.

O "coaching" também tem ganho espaço como ferramenta associada à formação para executivos, no apoio à criação de planos de desenvolvimento de carreira, explorado com diferentes níveis de profundidade, em diferentes programas.

A componente de internacionalização é outro aspecto importante na evolução dos programas de formação para executivos e uma aposta forte das várias escolas que disponibilizam MBA, reflectindo a necessidade crescente de olhar para o negócio, qualquer que ele seja, numa perspectiva mais global.

O MBA Executivo do ISCTE inclui uma unidade curricular na HEC Paris, referência global no universo das escolas de negócios. A experiência permite o contacto com docentes de reputação mundial, a imersão em vários tópicos avançados de gestão e a possibilidade de o fazer no âmbito das metodologias mais inovadoras.

O ISEG propõe uma semana de imersão em Silicon Valley, com passagem pela Universidade de São Francisco e contacto com várias empresas, num dos ecossistemas de empreendedorismo mais dinâmicos do mundo.

O reformulado MBA Executivo da Católica Porto Business School passa a apostar em duas semanas internacionais na Alemanha e em Espanha. Na semana internacional na Alemanha, os alunos vão frequentar workshops sobre geopolítica e sobre a realidade económica e social do país, visitar empresas e instituições de diferentes sectores. Na semana de Barcelona, o principal objectivo é colocar os alunos em contacto com a realidade global de uma empresa, através de um jogo de simulação. O corpo de professores da ESADE Business School, acompanhará a experiência que serve sobretudo para passar conceitos de gestão estratégica, num ambiente interactivo.

Com inscrições abertas(*)

MBA Executivo Católica Porto Business School
Duração: 2 anos / início em Setembro
Periodicidade: Diurno (4ª, 5ª, 6ª) e sábados. Uma vez por mês
Preço: 18.000€

MBA Atlântico – Católica Porto Business School
Duração: 3 trimestres (Porto, Luanda, Rio de Janeiro) / início em Janeiro
Periodicidade: Full-time
Preço: 20.000€

Pós-graduação Competitive Intelligence – ISEG/IDEFE
Duração: 162 horas – início em Setembro
Periodicidade: Pós-laboral, 2 dias por semana
Preço: 3.500€

Pós-graduação em Marketing Digital – INDEG/ISCTE
Duração: 1 semestre – início em Janeiro
Periodicidade: Pós-laboral, 2 dias por semana
Preço: 4.990€

Executive Master em Gestão de Programas e Projetos
Duração: 1 ano/200h – Início em Setembro
Periodicidade: Pós-laboral, 2 dias por semana
Preço: 7.490€

Programa Intensivo de Gestão – Católica Porto Business School
Duração: 102 horas – início em Outubro de 2018
Periodicidade: 6ªfeira (full-time) e sábado (manhãs)
Preço: 2.800€

Futures, Strategic, Design e Innovation – ISEG/IDEFE
Duração: 29 horas – 6 a 9 de Junho
Periodicidade: diária
Preço: 4.000€

(*) Preços base, indicados nos sites das escolas. Valores finais podem sofrer alterações em função de impostos ou descontos variados (inscrições em período "early bird", por exemplo).




pub