Gestão de Frotas 2018 ALD Automotive, a excelência dos serviços

ALD Automotive, a excelência dos serviços

Vários pontos diferenciam o grupo. A qualidade, a aposta na inovação e as parcerias.
ALD Automotive, a excelência dos serviços

A ALD Automotive leva a qualidade de serviço ao cliente muito a sério. Nesse sentido, criou inclusive, a nível internacional, um indicador de satisfação com inquéritos aos gestores de frota, liderado pelas suas diferentes subsidiárias. Esta é uma das políticas da empresa que a distinguem da concorrência na gestão de frotas. Mas há mais.

 

"Os elevados índices de qualidade e satisfação diferenciam muito positivamente a ALD Automotive, tendo sido sempre uma das suas prioridades", realça Manuel de Sousa, director-geral da ALD Automotive em Portugal. "Para obter uma visão abrangente da qualidade de serviço ao cliente, a nível internacional, a ALD Automotive criou um indicador de satisfação baseado em inquéritos aos gestores de frota, liderado pelas suas diferentes subsidiárias. Em 2017, 41 entidades ALD Automotive participaram neste inquérito, o que comprova a excelência dos seus serviços: mais de 80% dos participantes afirmaram que recomendariam a ALD Automotive, sendo que no nosso país esta percentagem aumenta para 94%. De realçar também que em Portugal, desde 2016, a empresa tem o seu sistema de gestão certificado pela mais recente norma ISO 9001:2015."

 

Outro ponto diferenciador é um forte investimento em inovação, continuando empenhada em ser a referência do sector no que toca à tecnologia, refere Manuel de Sousa, acrescentando que "nos 25 anos em Portugal, a ALD Automotive converteu-se num dos operadores mais inovadores", implementando avanços tecnológicos e soluções líderes de mercado, sendo a proximidade com o cliente um ponto-chave.

 

Por último, é a "actuação ao nível das parcerias que distingue positivamente a ALD Automotive no mercado". No final de 2017, a nível internacional, as vendas directas a empresas "cresceram 7% ao ano e as vendas através de parcerias cresceram 14%".

 

A nível internacional o Grupo ALD Automotive acompanha mais de 100.000 clientes, sendo que a nível local contamos com uma carteira de clientes superior aos 2.200. Em Portugal, e no que diz respeito aos clientes que mais procuram os serviços da empresa, o mercado de particulares e PME tem vindo a ganhar "maior expressão, mas o ‘renting’ é ainda uma solução indubitavelmente mais procurada por empresas frotistas". Assim, o responsável distingue dois segmentos com curvas de ascensão distintas: Na gestão de frotas para empresas, reflectem-se algumas características de um mercado "mais maduro, apresentando volumes estáveis e pouco sujeitos a grandes variações nos últimos anos, mesmo em épocas consideradas de crise". Neste mercado, focado no preço, o objectivo passa por "reter a relação com clientes, conservando uma vantagem competitiva, cimentando a sua lealdade e satisfação".

 

O segmento de particulares e PME está em crescimento. "Como exemplo, podemos acrescentar que ao nível de frota internacional, os particulares representam já 78 mil veículos, ou seja, 5,1% da frota total, o que reflecte o bom caminho do Grupo ALD Automotive em direcção ao objectivo de atingir 150 mil veículos no final de 2019".

 

Veículos a gasóleo, os mais procurados

 

Questionado sobre quais os carros mais procurados pelas empresas no mercado nacional, explica que a gestão de frotas é ainda um mercado "marcado pela procura de veículos a gasóleo, especialmente por parte das empresas". "Tem havido uma evolução positiva no mercado automóvel português, mas ao contrário do que aconteceu com os clientes particulares, o reflexo do aumento da procura por veículos a gasolina, por exemplo, não foi ainda expressivo nas frotas", conta o responsável que, ainda assim, nota alguma sensibilização por parte do segmento de executivos para adoptar veículos a gasolina, híbridos e PHEV.

 

Para Manuel de Sousa, se em Portugal se copiar bons exemplos de incentivos governamentais, como acontece nos países nórdicos, os modelos híbridos e plug-in serão cada vez mais expressivos nas frotas, sem prejudicar o valor dos modelos actuais com motor diesel.




pub