Importações e Exportações 2017 Há um porto seguro para quem exporta

Há um porto seguro para quem exporta

A CESCE é uma empresa espanhola de seguro de crédito que disponibiliza às entidades um serviço completo de gestão de crédito comercial e de caução, que permite cobrir a totalidade dos riscos comerciais e políticos aos quais as empresas estão expostas nas operações comerciais. Como gestor da cobertura de risco por conta do Estado espanhol, a CESCE actua também como a Agência de Crédito à Exportação espanhola.
Há um porto seguro para quem exporta

Com mais de 47 anos ao serviço das empresas e da sua internacionalização, a CESCE é um aliado fundamental do exportador. Somos quem melhor conhece os mercados de exportação e conseguimos que a taxa de incumprimento das empresas seja zero. Ou seja, cobrimos o risco do não pagamento de facturas, tanto nos mercados externos, em Espanha e em Portugal, e isto traduz-se na garantia de que todas as vendas dos exportadores são convertidas em pagamentos.

 

Se o cliente não pagar ao prestador de serviços, a CESCE responsabiliza-se pelo pagamento.

Hoje, a CESCE agrega ferramentas de gestão de crédito comercial e de financiamento únicas no mercado, que ajudam os seus mais de 140.000 clientes em todas as fases do ciclo de negócio e, em apenas alguns anos, assumiu-se como o quarto prestador mundial de seguro de crédito.

Deste ponto de vista, a empresa consolidou as soluções e os serviços dentro da sua oferta comercial como seguradora, com os produtos CESCE Master Ouro e CESCE Classic, dirigidos a clientes que necessitam exclusivamente da cobertura de seguro de crédito.

Adicionalmente, a empresa tem continuado a crescer através da solução Risk Management Pay Per Cover, a única solução flexível do mercado que permite a cobertura "à la carte" dos riscos concretos que os clientes desejam segurar, assim como a utilização dos sistemas de risco da CESCE caso não exista um seguro de crédito.

 

Ao longo do último ano, a CESCE também reforçou os seus serviços de consultoria. A CESCE Consulting, uma solução à medida de cada empresa, com ferramentas que incluem a gestão de riscos e cobranças, incorpora informação financeira da Informa D&B e é compatível com a solução de crédito dos seus clientes.

 

A CESCE também redefiniu a relação com os seus clientes mediante o desenvolvimento da sua estratégia de "customer experience", o que significa ir além da sua satisfação para procurar uma experiência global, positiva e diferenciada. Esta estratégia consolidou-se em 2016 e todas as áreas da empresa confluem na gestão do cliente. Partindo da ideia de que a fidelização dos seus clientes está intimamente ligada à qualidade do serviço, a CESCE duplicou os seus esforços para estabelecer uma linha de comunicação em diferentes canais de forma coerente e coordenada.

 

Apesar da posição de liderança, a CESCE continua a desenvolver iniciativas e produtos para ampliar a sua gama de apoios e serviços para as empresas. Assim, e em linha com o plano estratégico que temos estado a elaborar nos últimos meses, o objectivo para os próximos três anos é aumentar de forma significativa o número de clientes e utilizadores dos nossos serviços, tanto no segmento de grandes e médias empresas como entre as PME.

 

As principais linhas de actuação concentram-se, primeiro, na expansão da nossa base de clientes: temos 8.000, mas podemos e devemos conquistar muitos mais.

Em segundo lugar, vamos trabalhar de mãos dadas com os nossos accionistas de referência e não de costas voltadas para eles. Embora existam mais nos nossos acionistas, temos dois bancos, o Santander e o BBVA, que têm uma rede mundial e vamos aproveitá-la. Queremos, em sintonia com eles, utilizar esta presença como accionistas para alavancar as suas actividades no sector financeiro e bancário.

 

O terceiro ponto está relacionado com a nossa presença internacional: temos filiais no Brasil, Peru, Chile, Colômbia, México, Venezuela, Argentina, Marrocos e França, além de Portugal, sendo este último um dos objectivos estratégicos dentro do plano de ampliação comercial e de serviços.

 

No entanto, queremos ir mais longe. Estamos a trabalhar para ampliar a nossa presença internacional para darmos uma maior cobertura aos nossos clientes. Existem muitas empresas em Espanha e em Portugal que estão a ampliar o seu negócio internacional e poderíamos dar-lhes um melhor serviço com uma presença nos mercados aos quais se dirigem, como noutras áreas da América Latina ou em mercados emergentes como a Turquia e o Médio Oriente.

 

Outro dos elementos-chave do nosso plano estratégico é a transformação digital. Todos os mecanismos de análise de riscos, processos robotizados, etc. O canal digital veio para ficar. Hoje é difícil imaginar um quotidiano sem tablets ou smartphones, e é um fenómeno associado à mobilidade que transforma os negócios e as organizações. Estamos a trabalhar para nos adaptarmos a este novo ambiente. É uma forma de facilitar o acesso dos serviços aos clientes novos e que é complementar à relação indispensável com os clientes através da rede comercial.

 

Para nós é muito claro que as pessoas são essenciais, mas é preciso entender que, além da relação com os clientes, que necessariamente gira em torno das pessoas, o acesso à informação será cada vez mais digital.

 

Finalmente, é de destacar que a agência de classificação de riscos Standard & Poor’s reviu em alta o "rating" a longo termo da CESCE para BBB+ com uma perspectiva positiva. A agência considera que a CESCE tem um perfil financeiro forte, baseado num capital de solvência que excede os perfis AAA, e tem resultados elevados. Além disso, a agência de "rating" destaca a posição da CESCE no mercado nacional de crédito e de caução.

 

Em resumo, o seguro de crédito é o aliado natural do exportador e na CESCE os nossos eixos centrais de actuação são e serão a inovação tecnológica permanente e a expansão da nossa gama de serviços, tudo com a finalidade de acompanhar em pleno o desempenho comercial das empresas.




pub