Recursos Humanos e Coaching 2017 "Qualificação dos recursos humanos é uma prioridade"

"Qualificação dos recursos humanos é uma prioridade"

Evolução da digitalização e do e-commerce exige ao sector mais investimento em tecnologia e talento. Recursos humanos serão obrigados a ter mais competências para terem um melhor desempenho nos negócios.
"Qualificação dos recursos humanos é uma prioridade"

Organização importante no panorama económico nacional, o Negócios em Rede foi à procura da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) e colocou algumas questões sobre o tema central deste especial a João Vieira Lopes, o seu presidente.

 

 

De que forma uma aposta nos recursos humanos pode ajudar as empresas do sector do comércio e serviços?

 

Há muitos anos que a CCP defende que os recursos humanos são um activo das empresas que deve ser valorizado. Uma economia em mudança, mas que carece ainda de profundas transformações, em que as suas componentes imateriais ganham relevância crescente, implica que a qualificação dos recursos humanos seja uma prioridade estratégica das políticas públicas orientadas para a elevação do potencial económico do país. Com a rápida evolução da digitalização e do e-commerce será exigido ao sector um maior investimento em tecnologia e talento, de forma a capacitar os recursos humanos com as competências-chave para potenciarem um melhor desempenho nos negócios.

 

Existe uma evolução nesta área de RH no comércio e serviços?

 

Quando falamos em comércio e serviços, estamos a falar de um universo muito vasto e heterogéneo. No entanto, pensamos poder afirmar que os recursos humanos são hoje mais qualificados nos sectores que representamos, fruto de um conjunto de factores, incluindo uma maior aposta das empresas nas qualificações dos seus colaboradores. Esta aposta decorre, nomeadamente, da necessidade de responder aos desafios tecnológicos, mas também por maiores exigências dos consumidores, por enquadramentos regulamentares mais complexos, entre outros aspectos.

 

Ter uma gestão de recursos humanos mais qualificada é sinónimo de mais produtividade nas empresas do vosso sector?

 

A CCP tem vindo a apostar em inúmeros estudos e iniciativas que contribuam para melhorar a capacidade de resposta das nossas empresas, tendo como pressuposto que, a par de uma melhor qualificação dos colaboradores, é fundamental apostar na qualificação para a gestão nas empresas portuguesas. Ou seja, acreditamos que só uma gestão eficaz, incluindo a gestão dos recursos humanos, pode assegurar melhores níveis de produtividade.

 

Quais são os novos desafios dos recursos humanos?

 

Saber ajustar-se à mudança.

 

Quais as principais tendências de evolução do sector do comércio e serviços e qual o seu impacto nas necessidades dos recursos humanos?

 

Teremos, nos próximos anos, a par do reforço dos valores de proximidades, o aprofundamento de algumas tendências como uma maior selectividade nas estratégias de consumo e consequente escrutínio da proposta de valor (preço/qualidade) consequência da estagnação do crescimento do rendimento disponível, uma forte integração entre as vertentes de serviço e venda, uma mobilização de diferentes canais de vendas (lojas físicas e canais online) nas actividades comerciais, automatização das operações de venda e, por essa via, introdução de modelos de negócio diferenciados; maior recurso às TIC em todas as áreas funcionais da empresa e não somente nas vendas, entre muitos outros factores.

 

Os estudos que vimos fazendo na área das qualificações evidenciam que estas têm de ser enriquecidas/actualizadas para responderem às tendências identificadas. Temos vindo a trabalhar com as agências nacionais nesta matéria embora a um ritmo inferior ao desejável. Por exemplo, o recurso cada vez maior a ferramentas digitais nos processos de gestão e de produção e o aumento de formas de comércio online e de consumidores que privilegiam a compra não presencial tornam premente a actualização da oferta formativa a este nível.




pub