transportes e logística Entender os sinais dos clientes e do mercado

Entender os sinais dos clientes e do mercado

A proximidade com os clientes é uma condição indispensável para a MRW, que, além da inovação, garante estar atenta ao que é pedido pelo mercado.
Entender os sinais dos clientes e do mercado
Os operadores de transportes estão a responder às tendências de mercado dentro das suas capacidades e procurando a nova janela de oportunidade que é o B2C. Jorge Reis, director comercial da MRW, defende que a via digital e o online vieram para ficar e para assumir o seu espaço em relação ao tradicional B2B. "A representatividade do mercado B2C no sector do 'courier express' vai ser de extrema importância, já que a escolha no parceiro de 'last mile' é essencial para o sucesso das vendas de todos os sítios online", sustenta o responsável. Jorge Reis alerta para o facto de que uma má escolha pode comprometer a fidelização do utilizador via compra. Segundo ele, um cliente online tem de ser fidelizado e obter confiança do sítio que venda para poder gerar uma nova compra. Por essa razão todos os "players" de transporte urgente têm de esgrimir argumentos sólidos e eficazes.

"A MRW está posicionada neste segmento há mais de 10 anos com soluções feitas à medida das necessidades do 'e-commerce'", garante Jorge Reis.

A inovação dos serviços e responder de forma clara às necessidades dos clientes são, por isso, encarados pela empresa como um desafio diário. "Temos de estar atentos aos sinais que vamos recebendo dos clientes e do mercado", assume o mesmo responsável.

O online vai revolucionar o mercado de entregas

O mercado nacional ainda não tem uma cultura de transporte "express" como existe noutros países, mas com o aparecimento das vendas online essa oportunidade está a chegar e Jorge Reis espera que o mercado se torne mais maduro e abrangente. Esta constatação é mais evidente quando estão em causa as vendas C2C, em que a maioria dos "players" tem muito caminho a percorrer.

A MRW aposta todos os anos no sector "e-commerce", onde o mesmo também acompanha de forma exponencial crescimentos consideráveis a dois dígitos/ano, e 2017 não irá fugir à regra. Aposta também em simultâneo no mercado B2B, com estratégias e políticas comerciais bem definidas a nível geográfico. O ADN da MRW não permite que a marca se especialize apenas e só numa única área. A marca é transversal e tem vindo a inovar no produto e a criar tendências para o sector. "Desta forma continuamos a apostar nos dois sectores e caberá ao mercado reagir, espero que de forma positiva, às nossas soluções para parceiros de excelência no serviço 'courier express'."
cotacao A empresa está crescer 28% em volume, e este é o melhor exemplo de que as unidades de negócios (franquias) estão no bom caminho.  Jorge Reis director comercial da MRW
O director comercial da MRW diz que a empresa está crescer 28% em volume, e que este é o melhor exemplo de que as unidades de negócios (franquias) estão no bom caminho. "Temos captado ao longo do ano clientes estratégicos não só com volumes para Portugal, mas também para Espanha. A oferta ibérica da MRW é indiscutivelmente a melhor do mercado já que oferecemos uma 'networking' que mais nenhum 'player' pode proporcionar", avança Jorge Reis. Para os clientes portugueses, este responsável enumera a disponibilidade de uma "excelente solução para as exportações das PME a nível ibérico com uma qualidade acima da média".

Compromisso com a sustentabilidade

Para o director comercial da MRW, o mercado está com mais músculo, com os clientes da MRW a incrementar volume, o que por si só é um sinal de que a economia portuguesa a nível de exportação para Espanha está a crescer. "Todos os indicadores que temos e dispomos apontam para que 2017 esteja ao mesmo ritmo de 2016", prevê Jorge Reis. À frente dos destinos comerciais da empresa, este responsável assume o compromisso da organização com a sustentabilidade do negócio da sua rede de franchisados. A sustentabilidade económica, financeira e comercial é vista como fundamental pela MRW, que procura apostar e investir numa estrutura com maior dimensão e com capacidade de resposta às solicitações actuais. "A marca está a crescer a todos os níveis e para captar mais negócios temos de oferecer os mesmos valores de marca e compromisso", confirma Jorge Reis. O responsável refere que a MRW é actualmente "o segundo 'player' com maior cobertura e proximidade com lojas próprias a nível nacional. A nível ibérico "somos os primeiros e não deixamos de continuar a apostar na expansão da rede, mas com critérios sólidos na tentativa de celebrar parcerias de excelência para o transporte urgente", reafirma Jorge Reis.

Mais perto do que importa ao negócio

A MRW tem a proximidade como factor crítico e importante junto do cliente final, e estruturou as suas ofertas para assegurar esta proximidade. Por exemplo, a sua rede de lojas está devidamente preparada para a gestão das encomendas. Em todos os envios B2B ou B2C, a MRW tem um tempo de trânsito máximo de 24h. Este "cut off" aplica-se a nível nacional e espanhol. A MRW oferece ainda o serviço diurno Same Day, que cobre mais de 80% do território nacional.

As lojas MRW estão abertas ao público das 8h até as 19h (sábados das 9h até as 13h). Todos os envios têm duas tentativas de entrega sem custos e a mercadoria não entregue pode estar nas lojas MRW durante 15 dias úteis até ao prazo máximo de devolução.

Serviços extra de possibilidade de envios com reembolsos, soluções de depósito e tempo úteis a 24h estão igualmente disponíveis, assim como soluções de "e-logistics" por parte das lojas MRW, para PME e start-ups.


+2.500 veículos na frota ibérica


170.000 km/dia percorridos


42 plataformas em Espanha


plataformas em Portugal


+10.000 pessoas na equipa, distribuídas entre central, plataformas e rede de lojas


500 lojas


500 pontos de recolha, onde os clientes podem recolher e entregar envios, espalhados por Espanha e Portugal


centros de atendimento telefónico






pub