Azeite Oliveira da Serra chega à China

A Sovena revela ao Negócios que vai começar a vender na China já este mês de Novembro a marca Oliveira da Serra, insignia com a qual lidera o mercado de azeite em Portugal. A empresa portuguesa, líder mundial de mercado, entrou recentemente no competitivo mercado italiano.
Azeite Oliveira da Serra chega à China
A Sovena tornou-se líder mundial no mercado do azeite ultrapassando a rival espanhola Deoleo.
Miguel Baltazar
Mariana Adam 09 de novembro de 2017 às 11:11
Em 2013, quando recebeu o galardão especial do júri dos Prémios Exportação e Internacionalização, promovido pelo Negócios e o Novo Banco, o CEO da Sovena, António Simões, apontou a China como uma das próximas apostas da empresa. "A China e a Índia são mercados que podem despontar em dois ou cinco anos", defendeu na altura.

Quatro anos volvidos - e muitos títulos conquistados depois -, a empresa revela ao Negócios que a marca Oliveira da Serra - com que lidera o mercado português - vai estar disponível nas prateleiras dos supermercados chinêses ainda durante este mês.

"Na China, a nossa joint-venture com um parceiro local irá traduzir-se no lançamento da nossa marca Oliveira da Serra no mercado local já este mês de Novembro", revela fonte oficial da empresa.

A Índia parece ter ficado pelo caminho, mas a Sovena revela ainda que entrou nos últimos dias no mercado italiano. O crescimento neste país - onde tal como em Portugal há uma forte tradição de azeite -, é um dos objectivos no curto prazo. "Queremos crescer em mais mercados, nomeadamente com a Sovena Itália, e consolidar as operações existentes".


80%
Facturação
A Sovena exporta para mais de 70 países e cerca de 80% da sua facturação é das vendas ao exterior.


Nos últimos três anos a Sovena viu o seu volume de negócios crescer em cerca de 170 milhões de euros para 1,4 mil milhões de euros (dados de 2016). Valor que lhe trouxe o título de líder mundial no mercado do azeite, ao ultrapassar a rival Deoleo (espanhola).

A Sovena exporta actualmente para mais de 70 países, e o exterior representa cerca de 80% da facturação do grupo português que detém, por cá, o maior olival do mundo. E é desde há vários anos o maior fornecedor da distribuição do mundo, com presença em alguns dos maiores retalhistas a nível mundial. Títulos não lhe faltam: é também líder no mercado global do azeite com as suas insígnias próprias o Oliveira da Serra, em Portugal, Andorinha, no Brasil e noutros mercados PALOP, Fontoliva, em Espanha, e Olivari, nos Estados Unidos , por exemplo. Entretanto, passou a ser a única a integrar toda a cadeia de valor, da exploração, passando pelo embalamento, à distribuição.


1,4
Mil milhões de euros
O volume de negócios da Sovena em 2016 trouxe-lhe o título de líder mundial no mercado do azeite, ao ultrapassar a rival Deoleo (espanhola).


A Sovena pertence à Nutrinveste, uma holding do Grupo Jorge de Mello, que tem mais de 60 anos. A empresa decidiu apostar na internacionalização em 2002, nessa altura a Nutrinveste alienou a Triunfo, a Compal e a Nutricafés e virou-se no azeite, e trilhando o caminho para a liderança mundial. Foi neste ano que fez a primeira aquisição fora de Portugal, com a compra de uma fábrica em Sevilha.

A Sovena ainda tem actividade noutras áreas complementares, como a produção de óleos vegetais (Fula e Vêgê) e biodiesel.

Portugal já é o quarto maior exportador mundial de azeite. Um feito que não seria possível sem o grupo Sovena, que tem perseguido a missão de ser Glocal conciliando "num mesmo grupo empresarial uma abrangência global com uma presença local". "Não temos um único produto ou marca para levar ao mundo inteiro. Compreendemos as especificidades locais - os sabores, hábitos e atitudes - e vamos ao seu encontro para melhor satisfazer cada comunidade. É por esta razão que temos estruturas fabris e escritórios em diversos países, como é o caso de Portugal, Espanha, EUA, Angola e Tunísia e Brasil". "É isto que é ser Glocal. É muito mais do que ser Global", defende a empresa.

Líder mundial do mercado de azeite

Em 2016, o volume de negócios da Sovena ascendeu a 1,4 mil milhões de euros, valor que lhe trouxe o título de líder mundial no mercado do azeite, ao ultrapassar a rival Deoleo (espanhola).

A Sovena exporta actualmente para mais de 70 países, e o exterior representa cerca de 80% da facturação do grupo português. Sendo que dentro de portas lidera também o mercado com a insígnia Oliveira da Serra.

A empresa tem 60 anos, mas a aventura da exportação só começou em 2002, ano em que fez a Sovena fez a primeira aquisição fora de Portugal ao comprar a primeira fábrica em Sevilha, na vizinha Espanha.

O sucesso da Sovena contribuiu e muito para que Portugal alcancasse o ano passado o título de quarto maior exportador mundial de azeite. É aliás por cá que a Sovena detêm o maior olival do mundo, no Alentejo. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub