Como se transformam ideias e projectos

O aproveitamento dos produtos gerados pela reciclagem de pneus é a base das ideias de negócio. Uma resultou no Eko Calçada, que já é um produto de pavimento como a pedra da calçada à portuguesa. A outra é uma ideia que pretende ser uma alternativa ao tijolo tradicional.
Como se transformam ideias e projectos
O produto Eko Calçada foi desenvolvido pela empresa Eco Solutions e colocado à venda no mercado em 2016.
Filipe S. Fernandes 13 de novembro de 2017 às 11:30
Em 2009 o projecto "Calçada à Portuguesa em Pneu", da autoria de Bruno Pinelas, da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, conquistou uma menção honrosa no Prémio Inov.Ação Valorpneu. A ideia era reproduzir as pedras da calçada à portuguesa com o granulado de borracha reciclada de pneus. Muitos testes e experiências depois, em 2014, Bruno Pinelas e Pedro Marques, engenheiro, com que se cruzara na Biosafe, criaram a Eco Solutions, empresa que hoje se dedica a criar soluções que englobem pelo menos um dos 3 R(reduzir, reutilizar, reciclar) e que em 2016 lançou no mercado o Eko Calçada.

António Carones Duarte, engenheiro civil do Técnico, é um investigador que está a terminar a sua tese de doutoramento e tem como proposta a concurso o desenvolvimento de um bloco sustentável que incorpore agregados provenientes de pneus reciclados, para utilização em alvenaria de edifícios. "A ideia é que possa vir a constituir-se como uma alternativa ao tijolo tradicional" refere António Carones Duarte. Explica que esta é a segunda ideia que propõe e reconhece que está "mais orientada, de facto, para que as ideias saiam do papel e sejam aplicadas, tornando-se num produto/negócio".

Caso prático de dificuldades

O primeiro projecto com o qual concorreu ao Prémio Inov.Ação Valorpneu baseava-se num projecto financiado pela FCT e na sua tese de doutoramento, tinha como objectivo o estudo de colunas (vulgo pilares) tubulares mistas aço-betão com agregados de borracha, para utilização em edifícios. O betão com agregados de borracha apresenta menor resistência do que os betões correntes mas maior capacidade de dissipação de energia, característica importante, por exemplo, em estruturas resistentes a sismos. O preenchimento dos tubos metálicos com o betão com borracha tinha por objectivo minorar a sua perda de resistência face aos betões correntes.


O projecto Eko-Calçado é um bom caso prático das dificuldades que se podem deparar a uma inovação. Um deles é o financiamento sobretudo quando se trata de um produto inovador em que "não se encontram máquinas que estejam preparadas para fazer o produto, ou temos que adaptar as existentes ou temos que fabrica-las de raiz" referiu Pedro Marques. Acrescenta que a dada altura estavam num circulo vicioso: "se não temos produção não temos produto, não tendo o produto não podemos vender, não vendemos não temos como nos auto financiar". A solução foi o recurso à subcontratação da produção que num produto inovador tem inúmeras desvantagens, "como por exemplo a dificuldade em variar algum parâmetro que vá ao encontro do que o cliente quer, baixar custos de produção, e a qualidade exigida por vezes não é conseguida dentro de um prazo aceitável de entrega". Mas é um atalho até conseguir ter capacidade de produção própria.

Workshops para ideias de negócio

Para a Eco Solutions foi vital a notoriedade que adquiriu ao longo do tempo com as divulgações da Valorpneu, promotora do Prémio Inov.Ação Valorpneu. Para o produto Eco Calçada esta interligação deu a credibilidade necessária a para que "possíveis investidores possam pegar na ideia e transforma-la num produto físico" referiu Pedro Marques, CEO da Eco Solutions.

Se o Eko Calçada está hoje no mercado passados sete anos, a actual configuração do Prémio Inova.Ação procura reduzir este time to market. Uma delas consta da realização de workshops para os candidatos ao premio. Para António Carones Duarte, os workshops já realizados, "foram sessões com bastante debate de ideias e muito esclarecedoras no que diz respeito à multiplicidade de aplicações que podem ser dadas aos pneus em fim de vida", além disso "foram-me transmitidos conceitos que me permitiram passar a ser capaz de pensar a minha proposta numa perspectiva mais de mercado, de produto, de negócio, integrando conceitos como concorrência, segmento de mercado, proposta única de valor etc…".

Agenda

Prémio Inov.Ação Valorpneu

28 Novembro 2017
Workshop para os candidatos sobre a Análise de viabilidade económica e financeira & orçamentação e Fontes de financiamento públicas disponíveis.

30 Janeiro 2018
Workshop para os candidatos sobre a Proteção da propriedade intelectual e comunicação eficaz.

31 de Janeiro de 2018
Terminam os registos de candidatura.

Abril de 2018
Entrega das candidaturas.

Junho de 2018
Atribuição dos prémios.






A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub