Grande empresas serviços: O papel português que cobre o globo

Uma das três maiores exportadoras portuguesas vê no estrangeiro o caminho para crescer. A The Navigator Company registou um volume de negócios de 1,6 mil milhões de euros em 2015.
Grande empresas serviços: O papel português que cobre o globo
Os novos projectos da Navigator passam por Moçambique e Estados Unidos.
Pedro Elias
Wilson Ledo 03 de janeiro de 2017 às 16:03
Figura como uma das três maiores exportadoras nacionais e, agora, também na lista das vencedores dos Prémios Exportação e Internacional. A The Navigator Company foi distinguida como grande empresa exportadora de serviços.

O nome é recente mas traz com ele a herança do anterior grupo Portucel Soporcel, fundado em 1953 e dedicado à produção de papel. Actualmente, a empresa liderada por Diogo da Silveira conta com quatro unidades a fabricar em Portugal: Cacia, Figueira da Foz, Setúbal e Vila Velha de Ródão. Nas duas primeiras, está a ser avaliado um investimento superior a 200 milhões de euros.


130
Presença
A Navigator exporta para mais de 130 países nos cinco continentes. Estados Unidos da América são um dos destaques.


"Durante o ano de 2015, a The Navigator Company atingiu um novo máximo histórico de produção de papel, tendo aumentado o volume de negócios em 5,6% para mais de 1,6 mil milhões de euros", respondeu a empresa ao Negócios.

Representando aproximadamente 1% do PIB nacional, os seus produtos têm como destino mais de 130 países nos cinco continentes. Europa, Médio Oriente e Estados Unidos da América (EUA) estão em destaque.

"No âmbito da estratégia de expansão e na aposta em novas geografias e áreas de negócio, a companhia adquiriu uma fábrica de papel tissue, está a desenvolver um importante projecto de investimento florestal verticalmente integrado em Moçambique, bem como uma fábrica de pellets nos EUA", exemplifica.

Apostar na excelência, sustentabilidade e inovação dos produtos é o conselho deixado a outras empresas que procurem exportar.






A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Antonio Chainho Há 3 semanas

FICOU MUITO POR DIZER DESTA GRANDE EMPREA, EM SETUBAL, ALÉM DA FABRICA DE PAPEL COM 900 mts, de comprimento (a maior da Europa) TEM 2 CALDEIRAS DE BIOMASSA, QUE ATRAVÉS DO VAPOR E DE UMA TURBINA, PRODUZ ENERGIA, É AUTO SUFICIENTE, E VENDE POR MÊS Á EDP mais de 400 mil euros é n/ petróleo português