Grande empresas serviços: O papel português que cobre o globo

Uma das três maiores exportadoras portuguesas vê no estrangeiro o caminho para crescer. A The Navigator Company registou um volume de negócios de 1,6 mil milhões de euros em 2015.
Grande empresas serviços: O papel português que cobre o globo
Os novos projectos da Navigator passam por Moçambique e Estados Unidos.
Pedro Elias
Wilson Ledo 03 de janeiro de 2017 às 16:03
Figura como uma das três maiores exportadoras nacionais e, agora, também na lista das vencedores dos Prémios Exportação e Internacional. A The Navigator Company foi distinguida como grande empresa exportadora de serviços.

O nome é recente mas traz com ele a herança do anterior grupo Portucel Soporcel, fundado em 1953 e dedicado à produção de papel. Actualmente, a empresa liderada por Diogo da Silveira conta com quatro unidades a fabricar em Portugal: Cacia, Figueira da Foz, Setúbal e Vila Velha de Ródão. Nas duas primeiras, está a ser avaliado um investimento superior a 200 milhões de euros.


130
Presença
A Navigator exporta para mais de 130 países nos cinco continentes. Estados Unidos da América são um dos destaques.


"Durante o ano de 2015, a The Navigator Company atingiu um novo máximo histórico de produção de papel, tendo aumentado o volume de negócios em 5,6% para mais de 1,6 mil milhões de euros", respondeu a empresa ao Negócios.

Representando aproximadamente 1% do PIB nacional, os seus produtos têm como destino mais de 130 países nos cinco continentes. Europa, Médio Oriente e Estados Unidos da América (EUA) estão em destaque.

"No âmbito da estratégia de expansão e na aposta em novas geografias e áreas de negócio, a companhia adquiriu uma fábrica de papel tissue, está a desenvolver um importante projecto de investimento florestal verticalmente integrado em Moçambique, bem como uma fábrica de pellets nos EUA", exemplifica.

Apostar na excelência, sustentabilidade e inovação dos produtos é o conselho deixado a outras empresas que procurem exportar.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Antonio Chainho 03.01.2017

FICOU MUITO POR DIZER DESTA GRANDE EMPREA, EM SETUBAL, ALÉM DA FABRICA DE PAPEL COM 900 mts, de comprimento (a maior da Europa) TEM 2 CALDEIRAS DE BIOMASSA, QUE ATRAVÉS DO VAPOR E DE UMA TURBINA, PRODUZ ENERGIA, É AUTO SUFICIENTE, E VENDE POR MÊS Á EDP mais de 400 mil euros é n/ petróleo português