Inscrições no Jogo da Bolsa até 12 de Novembro

As inscrições para a competição organizada pelo Negócios e pela GoBulling decorrem até 12 de Novembro e o Jogo da Bolsa decorre durante quatro semanas.
Inscrições no Jogo da Bolsa até 12 de Novembro
Negócios 07 de novembro de 2016 às 13:08
Já falta pouco para arrancar mais uma edição do Jogo da Bolsa, uma competição organizada pelo Negócios e pela GoBulling que dá aos participantes a oportunidade de colocar em prática os conhecimentos sobre os mercados.
 
Em ambiente real e com 100.000 euros virtuais, os jogadores têm quatro semanas para simular a negociação, em tempo real e de uma forma virtual. As inscrições são gratuitas e decorrem até às 23:59 do dia 12 de Novembro. O Jogo decorre entre 14 de Novembro e 9 de Dezembro.
 
Realizada desde 2005, esta é a maior iniciativa sobre o mercado de capitais em Portugal, tendo registado mais de 33 mil participantes ao longo destes anos. São quatro semanas de pura competição onde os investidores podem, sem risco real, escolher vários activos financeiros e aplicar as suas estratégias de investimento. Todos iniciam com 100.000 euros virtuais. No final, ganha quem mais dinheiro conseguir realizar.
 
O Jogo da Bolsa assenta na plataforma do SaxoBank/GoBulling e é realizado em parceria com o Banco Carregosa, permitindo aos jogadores terem o mesmo nível de tratamento que um cliente de uma instituição financeira especializada no mercado de capitais.
 
O Jogo da Bolsa conta com a participação de muitos estudantes, já que são vários os alunos universitários cujas notas dependem da sua prestação no Jogo: como é o caso do ISCTE.  
 
A inscrição é gratuita e existem prémios para os melhores "investidores"
 
Antes do arranque do Joga da Bolsa, decorre esta quarta-feira, 9 de Novembro, a conferência dedicada ao tema "Mercados Financeiros e Estratégias de Investimento", em parceria com a GoBulling – Banco Carregosa Online e com o apoio do ISCTE Business School.

Inscrições e mais informações aqui.
  



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub