Assista em directo ao Observatório sobre o Imobiliário em Portugal

O Jornal de Negócios organiza a 2ª edição do Observatório: O Imobiliário em Portugal, com o patrocínio da CENTURY 21. Assista ao evento em directo onde vão ser discutidas e analisadas as novas tendências do imobiliário em Portugal.
Assista em directo ao Observatório sobre o Imobiliário em Portugal
Negócios 18 de Outubro de 2016 às 09:30


O actual cenário do mercado imobiliário continua a apresentar novos contornos e desafios. Ao longo de uma manhã, diversos especialistas de áreas directamente relacionadas com este setor vão debater os tópicos mais relevantes. Gonzalo Bernardos, Professor de Economia da Universidade de Barcelona, vai partilhar com a audiência o caso específico de Barcelona e de como o turismo impactou a economia e os habitantes locais.

 

- A gestão das cidades e o alojamento local

- O turismo de massas e a qualidade de vida nas cidades

- O novo investimento imobiliário

- A recuperação do mercado imobiliário



2ª Conferência
OBSERVATÓRIO: O IMOBILIÁRIO EM PORTUGAL
18 de outubro de 2016 | Sala dos Espelhos | Palácio Foz, Pr. Restauradores, Lisboa

PROGRAMA

09h00 RECEPÇÃO DOS CONVIDADOS

09h30 BOAS-VINDAS

Raul Vaz, Jornal de Negócios

09h40 O NOVO PARADIGMA ENTRE O IMOBILIÁRIO E O TURISMO

Gonzalo Bernardos, Professor Economia, Universidade de Barcelona
Intervenção seguida de entrevista pela direção do Jornal de Negócios

10h30 GESTÃO DAS CIDADES – TURISMO VS. HABITANTES LOCAIS

Cristina Siza Vieira, Presidente Executiva, AHP – Assoc. Hotelaria de Portugal
Eduardo Miranda, Presidente, ALEP – Associação do Alojamento Local em Portugal
Manuel Salgado, Vereador para o Urbanismo, Câmara Municipal de Lisboa
Rogério Bacalhau, Presidente, Câmara Municipal de Faro

11h30 Coffee break

12h00 A RECUPERAÇÃO DO MERCADO IMOBILIÁRIO

Jorge Figueiredo, Partner, PwC
Luís Lima, Presidente, APEMIP
Manuel Puerta da Costa, Administrador, BPI
Ricardo Sousa, CEO, CENTURY 21 Iberia
Sérgio Martins Alves, Secretário-Geral, Câmara Comércio e Indústria Luso-Chinesa

13h00 ENCERRAMENTO

Moderação dos painéis pela direção do Jornal de Negócios

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda

O VERDADEIRO CRIME ORGANIZADO


GOLPE DE ESTADO na sociedade portuguesa, marcado por COSTA LADRÃO… para dia 1 de Julho de 2016.

A FP volta às 35 horas, salários altos e muitas outras benesses...

enquanto os privados trabalham 40, com salários muito mais baixos, e ainda tem que pagar impostos cada vez mais altos para sustentar os privilégios da FP e seus pensionistas.


comentários mais recentes
xras45 Há 2 semanas

O melhor é nunca negociar com empresas americanas (ERA, REMAX, century 21, são todas da mesma empresa.

De qualquer maneira a ERA e a REMAX, century 21 não existem cá em Portugal. Negoceiam com intermediários (basta ver o contracto de arerndamento ou de compra para ver o nome que lá aparece). Os americanos ganham a comissão sem fazer nada, as empresas que assinam com os americanos contractos que ninguem vê ganham a comissão deles e os agentes intermediários que trabalham para quem assina com os americanos também ganham a comissão.

Ou seja, as casas ficam muito mais caras. Vendam ou arrendem sozinhos ou a empresas CONFIRMADAMENTE portuguesas a 100%. A casa fica mais barata.

Além do mais estas agencias procuram obter contractos lesivos e com comissões elevadissimas. 5% de uma casa ou valores minimos de 6000€ justificam uma avença com um advogado que por 1000-2000 euros tratam de todos os documentos caso não saibam como fazer.

Ainda por cima fazem aldrabices, chantagens e contratam gente sem escrúpulos que nunca foram agentes imobiliários na vida.

Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda

PS - PCP - BE -- ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


NOVAS PENSÕES MÍNIMAS SERÃO SUJEITAS A PROVA DE RENDIMENTO...

para se gastar mais dinheiro com os subsídios às pensões douradas da CGA.


(As pensões da CGA são subsidiadas em 500€, 1000€, 1500€ e mais, por mês.

Estas pensões sim, devem ser sujeitas a condição de recursos.

E não as mínimas.)

Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda

O VERDADEIRO CRIME ORGANIZADO


GOLPE DE ESTADO na sociedade portuguesa, marcado por COSTA LADRÃO… para dia 1 de Julho de 2016.

A FP volta às 35 horas, salários altos e muitas outras benesses...

enquanto os privados trabalham 40, com salários muito mais baixos, e ainda tem que pagar impostos cada vez mais altos para sustentar os privilégios da FP e seus pensionistas.