Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Ricardo Costa é o 50.º Mais Poderoso de 2017

Enquanto director-geral de informação da Impresa, Ricardo Costa reforçou a sua influência mas também as suas responsabilidades e pressões numa altura em que o sector dos media está a viver um dos períodos mais complicados de sempre. A perda de receitas e leitores e a entrada da Altice no panorama da comunicação social em Portugal são alguns dos desafios que o jornalista, que trabalha na dona da SIC há mais de 26 anos, tem pela frente.
A carregar o vídeo ...

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
fa Há 3 semanas

Quem é este Ricardo Costa?

Anónimo Há 3 semanas

UM ou uma imbecil inútil que nada faz, brinca de tempos a tempos com a classificação dos poderosos
deste país, não haverá nada mais útil para comentar?.

Anónimo Há 3 semanas

50º ??? diria só? as notícias em Portugal são controladas por ele!!! ele consegue fazer passar a mensagem de que o outro tipo costinha pouco....chinho é um imaculado e excedente 1º, quando foge para não aparecer na maior catástrofe de incêndios em Portugal,..... e no maior empréstimo de armamento..

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub