SEforALL moveu a energia para todos

O Fórum SEforALL contou com mais de 900 pessoas vindas de mais de 100 países para promover o acesso de todos a energias limpas e renováveis. A EDP anunciou novos investimentos e duas ideias portuguesas, da Climaespaço e da Get2C, foram apresentadas.
SEforALL moveu a energia para todos
Durante o evento foram anunciados novos investimentos nesta área.
DR
Filipe S. Fernandes 07 de maio de 2018 às 11:41
"A EDP não poderia fazer um balanço mais positivo do Fórum SEforALL, que se realizou pela primeira vez em Portugal a 2 e 3 de Maio. O evento superou todas as expectativas, quer pela riqueza do debate quer pela robustez dos caminhos traçados para o futuro", referiu fonte oficial da EDP.

O Fórum SEforALL contou com mais de 900 pessoas vindas de mais de 100 países que estiveram em Portugal para partilhar e debater ideias, projectos, negócios. Reuniu dirigentes políticos e de Governo, empresários, activistas de organizações não-governamentais e da sociedade civil, investigadores, cientistas, gestores, representantes de organizações internacionais, tendo como objectivo central o acesso universal de energia.


A União Europeia vai aumentar os financiamentos a projectos com sistemas off-grid de produção de energia. 


Para atingir este objectivo discutiram-se questões relacionadas com o financiamento do acesso à energia, fornecimento de energia limpa a campos de refugiados, combustíveis limpos para cozinhar.

EDP investe

Como refere a EDP, esta "está empenhada em dar o seu contributo para fazer chegar energia sustentável a todos, combatendo um dos mais graves problemas a que o mundo actualmente assiste. Mas como o Fórum SEforALL demonstrou, só um compromisso colectivo e duradouro poderá garantir o cumprimento das metas do ODS 7 - acesso universal a energia sustentável".


A EDP anunciou novos investimentos e duas ideias portuguesas, da Climaespaço e da Get2C, foram apresentadas.


Desde 2009 que a EDP desenvolve projectos de acesso universal de energia, e garante que "manterá uma sólida aposta nesta área, reforçada agora com a intenção de investir nos próximos três anos mais 12 milhões de euros no acesso universal à energia e um milhão de euros em actividades de responsabilidade social e que irá impactar 200 mil pessoas, essencialmente em países em desenvolvimento".

Palavra e acção

É uma forma de a EDP dar resposta a uma das principais preocupações debatidas no Fórum do SEforALL que é "a necessidade de passar das palavras à acção", como sublinhou Rachel Kyte, "chief executive officer" e representante especial do secretário-geral das Nações Unidas para Sustainable Energy for All (SEforALL).

Durante o evento foram anunciados novos investimentos nesta área. A União Europeia vai aumentar os financiamentos a projectos com sistemas off-grid de produção de energia. Por sua vez, o Wallace Global Fund propõe-se dedicar um por cento da sua carteira de investimentos para projectos de acesso à energia na África Subsaariana e a Fundação IKEA vai apoiar com 40 milhões de dólares o acesso à energia na Ásia e na África.