Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

"Espera-se um regulador construtivo"

O novo enquadramento legal da supervisão da auditoria e de novos procedimentos aplica-se já às contas de 2016, mas Rui Martins, da EY, defende a mudança de legislação que determina a definição de Entidade de Interesse Público, reduzindo assim de forma significativa o número de entidades sujeitas à sua aplicação.
"Espera-se um regulador construtivo"
David Cabral Santos
Filipe S. Fernandes 11 de janeiro de 2017 às 12:13

O ano de 2016 é o primeiro em que se faz a aplicação efectiva do novo enquadramento legal, por isso tornou-se necessário que as Entidades de Interesse Público (EIP) interiorizassem as suas consequências, nomeadamente )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês