Se não consegue visualizar correctamente este e-mail, clique na versão online.
Negócios
Negócios
WEEKEND
Quarta-feira, 21 de agosto de 2019
Fernando Lemos

Fernando Lemos: "Eu não tenho idade, eu tenho tempo"

Fernando Lemos nasceu em 1926 e cresceu na Rua do Sol ao Rato, em Lisboa. Pintor, designer e poeta, mergulhou no mundo dos surrealistas e partiu para o Brasil antes do 25 de abril. Tem uma obra incontável de fotografias, ilustrações, desenhos e escritos. Alguns estão na Cordoaria Nacional, na exposição “Fernando Lemos Designer”, organizada pelo MUDE. Outros encontram-se na Galeria Ratton e na Galeria 111.

System.Collections.Generic.List`1[Negocios.Site.Infrastructure.Domain.CofinaAPI.Contents.Images]?.FirstOrDefault().BuildImageDescription()

É preciso provar e respeitar os vinhos da Real Companhia Velha

Dito de outra forma, deveríamos reconhecer uma empresa com património vitícola único, um líder com visão, um descendente cheio de energia e uma equipa de técnicos que tem paixão pelo Douro e pela “Companhia”. Tudo isto junto é algo raro.

System.Collections.Generic.List`1[Negocios.Site.Infrastructure.Domain.CofinaAPI.Contents.Images]?.FirstOrDefault().BuildImageDescription()

O penúltimo dos novos poderes

São homens ou mulheres que chegaram alto na escada do poder dos Estados ou dos Novos Poderes, e que decidem ganhar maior autonomia, por vezes total, para a sua ação.

System.Collections.Generic.List`1[Negocios.Site.Infrastructure.Domain.CofinaAPI.Contents.Images]?.FirstOrDefault().BuildImageDescription()

Série Escritoras Desconhecidas: Olga Gonçalves

Fez um dos mais interessantes retratos do Portugal pós-25 de Abril. Foi uma das pessoas que mais trabalhou a emigração portuguesa na literatura contemporânea. Criou uma linguagem inovadora. Tinha tudo para fazer parte do cânone, ser lida nas escolas, no entanto, quase ninguém, hoje, sabe quem foi Olga Gonçalves. Estava talvez à frente do seu tempo. É mais lida fora de Portugal, onde faz parte de currículos de cursos de literatura portuguesa em universidades estrangeiras. Uma mulher talentosa e complexa, uma mulher solitária com muitos amigos, morreu há 15 anos com 75 anos, sem deixar quase rasto.

System.Collections.Generic.List`1[Negocios.Site.Infrastructure.Domain.CofinaAPI.Contents.Images]?.FirstOrDefault().BuildImageDescription()

Paragrafino Pescada aborda o cocó de Bolsonaro e a temática dos trocadilhos de caca

O lídimo presidente brasileiro teve uma ideia formidável para proteger o ambiente. O cocó verbalizado por Bolsonaro reluz no firmamento e gaseifica muitas ideias estultas que por aí pululam.

System.Collections.Generic.List`1[Negocios.Site.Infrastructure.Domain.CofinaAPI.Contents.Images]?.FirstOrDefault().BuildImageDescription()

Não posso nem ver-te

Pelo crime e bárbara sangria, o estado de Nova Iorque condenou Kemmler à morte. Mas foi agraciado com um bónus: estrearia a cadeira eléctrica, nova forma asséptica e indolor de entregar ao Senhor dos Infernos os energúmenos deste mundo.

RECEBA O NEGÓCIOS POR EMAIL
Uma casa de fotografia oitocentista
Mazda MX-5 30th Anniversary: Parabéns MX-5!
Sim, Michel Houellebecq outra vez
Volvo XC40: T5 híbrido recarregável
Mais lidas
1. Quem quer comprar o feudo Espírito Santo?
2. Fernando Lemos: "Eu não tenho idade, eu tenho tempo"
3. Uma casa de fotografia oitocentista
4. O penúltimo dos novos poderes
5. Paragrafino Pescada aborda o cocó de Bolsonaro e a temática dos trocadilhos de caca
VER MAIS ASSINAR
FALE CONNOSCO
DEFINIÇÕES
PORTFOLIO
Facebook Twitter Google + LinkedIn