Ontem
Tiago Freire Ainda não estamos lá 22.05.2017 Tiago Freire
Ao fim de oito anos, Portugal sai do Procedimento por Défices Excessivos. É um calvário, longo e duro, e há que salientar a boa notícia.
Colunistas Necessidades prementes dos tribunais tributários de 1.ª instância 22.05.2017 Tânia Meireles da Cunha 55
Os cidadãos têm direito a uma decisão em prazo razoável. Os juízes dos tribunais tributários têm direito a ter condições para proferir essa mesma decisão em prazo razoável.
Camilo Lourenço O estranho caso do Governo que cumpre 22.05.2017 Camilo Lourenço 171
Portugal saiu do Procedimento por Défices Excessivos (PDE). Surpresa? Não. Há meses que a Comissão percebeu que o Governo não quer desbaratar o esforço feito pelo anterior.
Joaquim Aguiar Quem e como 22.05.2017 Joaquim Aguiar
A habilidade de quem governa não substitui a justificação racional, programática e estratégica, de como governa.
Adolfo Mesquita Nunes Então e o crescimento? 22.05.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Os últimos dados sobre o crescimento da economia colocaram os holofotes na oposição: como se explica que este Governo das esquerdas esteja a conseguir ter a nossa economia a crescer? 
Álvaro Nascimento Novidades permanentes? 22.05.2017 Álvaro Nascimento
Na sociedade da informação abundante, as notícias não passam de instantâneas e insistentes repetições de "novidades".
Fernando Sobral A redenção nacional 22.05.2017 Fernando Sobral
De vez em quando, depois de anos em que se perdeu na floresta dos equívocos, Portugal descobre o caminho para a redenção. Vivemos um desses tempos. Tudo parece correr bem.
Sessão de Abertura Volkswagens, Renaults e o excedente alemão  22.05.2017 Rui Barroso
A economia alemã é frequentemente comparada a uma locomotiva. Mas nos últimos anos surgiram críticas de que essa locomotiva tem travado o andamento do comboio europeu, ao acumular excedentes comerciais cada vez maiores sem impulsionar a procura interna.
Edson Athayde O Forrest Gump do mal 22.05.2017 Edson Athayde
O documentário chega a dar a entender que Trump não existe, que não passa de mais um títere nas mãos de Roger Stone. A tese chega a ser assustadoramente plausível quando são contrapostos declarações e tweets de um e de outro.
Avelino de Jesus Crescimento: aparição ou visão? 22.05.2017 Avelino de Jesus
A 15 de Maio o INE revelou que a economia portuguesa terá crescido 2,8% no 1.º trimestre. No dia seguinte, o Eurostat divulgou a informação para o conjunto da UE. Com 2,8% temos dois países: Portugal e Holanda.
Fernando Sobral O Irão na expectativa 22.05.2017 Fernando Sobral
A reeleição do Presidente iraniano Rouhani coincidiu com a estadia de Donald Trump na Arábia Saudita onde reactivou a velha aliança entre Washington e Riade. Que irá acontecer?
Economistas O motivo pelo qual as empresas devem recusar a desregulação de Trump 22.05.2017 Lucy P. Marcus
A desregulamentação pode criar alguns postos de trabalho durante a próxima década ou assim. Mas estes empregos não vão ser na indústria e nas minas, como Trump continua a prometer.
Ulisses Pereira O abanão 22.05.2017 Ulisses Pereira
Quem não está preparado para perder dinheiro em Bolsa, deve escolher outras formas de investir o seu dinheiro.
Linhas Cruzadas A perseguição a Trump e a morte do criador da Fox News 22.05.2017 Fernando Sobral
As teorias da conspiração ocupam o continente americano. Donald Trump e Michel Temer estão sob pressão. Mais, claro, o Presidente brasileiro.
Fernando Sobral Alien, o passageiro perdido  22.05.2017 Fernando Sobral
A saga de Alien, o 8.º passageiro, o monstro que, com o seu poder de destruição, arrasa a tripulação da nave "Nostromo", tornou-se um clássico.
Camilo Lourenço O homem que embaraça António Costa 22.05.2017 Camilo Lourenço 448
Ao terminar o discurso, Blanchard disse mais ou menos isto: "I'm sorry but I don't have a dramatically different message from 2007".
Celso Filipe O que ainda é excessivo 22.05.2017 Celso Filipe
Este clima de desanuviamento económico e social que o país atravessa é propício para fazer mudanças capazes de tornar o país mais competitivo. Se este Governo se limitar a fruir este presente, é certo e sabido que o futuro será sombrio. Por isso, esta é a hora de António Costa escolher o seu caminho.
pub