Cronista
Miguel Pina e Cunha Professor

Professor catedrático na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa

Miguel Pina e Cunha Estado transtornado 04.12.2017 Miguel Pina e Cunha
A condição do transtorno dissociativo de identidade (TDI) é popularmente conhecida como dupla personalidade, manifesta-se como que fazendo coexistir duas personalidades na mesma pessoa.
Miguel Pina e Cunha Wells Fargo: o faroeste da gestão 11.10.2017 Miguel Pina e Cunha
Para muitos portugueses o nome Wells Fargo ficou ligado aos velhos livros e filmes de "cowboys" como o da empresa de carruagens que transportava passageiros e valores por territórios repletos de perigos.
Miguel Pina e Cunha O fim do "jet set" 05.07.2017 Miguel Pina e Cunha 62
Uma das experiências mais interessantes para um professor de gestão é ver um modelo sair do papel para descrever a realidade.
Miguel Pina e Cunha A política do estereótipo e da ofensa 03.05.2017 Miguel Pina e Cunha 20
A psicologia social revelou há muito o poder dos estereótipos: ao estereotipar ganhamos eficiência, pois assumimos um pacote de informação sobre o alvo.
Miguel Pina e Cunha Elogio de uma certa loucura  06.04.2017 Miguel Pina e Cunha 61
Costuma dizer-se que de génio e de louco todos temos um pouco. Uns têm mais de uma característica e outros de outra, mas a ideia é que a genialidade incorpora uma faceta de loucura.
Miguel Pina e Cunha Trump, CEO da América  08.03.2017 Miguel Pina e Cunha 47
Neste seu período inicial, Trump tem sido um chefe desconcertante. Para quem estuda liderança, trata-se de um caso de estudo a acompanhar com interesse.
Miguel Pina e Cunha O carisma está de volta - e isso não é uma boa notícia 08.02.2017 Miguel Pina e Cunha 32
Tempos interessantes geram líderes interessantes. Durante anos, os media e os cidadãos clamaram pela emergência de líderes empolgantes. A justificação radicava na falta de líderes com visões transformadoras, capazes de mobilizar desígnios e vontades.
Miguel Pina e Cunha Lições do Evereste 11.01.2017 Miguel Pina e Cunha 28
Algumas empresas têm procurado aumentar a motivação dos seus quadros recorrendo a objetivos ultra-ambiciosos. Há quem lhes chame objetivos Evereste.
Miguel Pina e Cunha Duas leituras (opostas) de Natal 14.12.2016 Miguel Pina e Cunha 29
O Natal é um tempo diferente. É tempo de parar, celebrar, refletir. E porventura de mudar. É o tempo de passagem, do Verão passado para o Verão futuro. Um período de escassez e de escuridão, que se combate com uns dias de celebração.
Miguel Pina e Cunha Lições de Dylan para gestores 02.11.2016 Miguel Pina e Cunha 35
A atribuição do Nobel da Literatura a Bob Dylan causou algum "frisson". Este colunista gostou - poderia ter sido Leonard Cohen e teria gostado na mesma. Mas Dylan tem mais do que canções e poesia.