Cronista
Adolfo Mesquita Nunes Advogado

Adolfo Mesquita Nunes tem mais de treze anos de experiência em advocacia nas áreas de direito público, nomeadamente em políticas públicas, contratação pública, regulação, contencioso, arbitragem e contratos públicos. É Sócio da sociedade Gama Glória. Foi Secretário de Estado do Turismo do XIX e XX Governos Constitucionais, entre 2013 e 2015. É licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa (2000) e Mestre em Ciências Jurídico Políticas pela Universidade de Lisboa (2008). Vice-Presidente do CDS-PP.

Opinião Há aqui um padrão 27.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Opinião O PS descongelou a sua moderação? 20.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Opinião Dos que fingiram não ver  06.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Opinião E depois da indignação? 30.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Opinião Do oportunismo ao aproveitamento político 23.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Opinião Pedro Romano 09.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes
Adolfo Mesquita Nunes A redefinição política imposta por Centeno (II) 11.12.2017 Adolfo Mesquita Nunes
A eleição de Centeno para a presidência do Eurogrupo é uma oportunidade para o PS partir à conquista do centro desconfiado das opções da aliança com a extrema-esquerda, que não é neutra politicamente.
Adolfo Mesquita Nunes A redefinição política imposta por Centeno 04.12.2017 Adolfo Mesquita Nunes 250
A eleição de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo constitui um momento de redefinição política interna: quase nada continuará como antes e o sucesso de cada partido dependerá da forma como se adaptar a esta nova circunstância.
Adolfo Mesquita Nunes Há aqui um padrão 27.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes 430
Reagindo à oposição, que criticava a errática decisão de transferir o Infarmed para o Porto, o primeiro-ministro disse que a mudança já estava prevista, até para trazer a Agência Europeia do Medicamento.
Adolfo Mesquita Nunes O PS descongelou a sua moderação? 20.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes 413
Vários responsáveis socialistas, com e sem funções de governo, vêm repetindo, ao longo dos últimos anos, a ideia de que o PS está hoje mais próximo da extrema-esquerda do que do PSD e do CDS.
Adolfo Mesquita Nunes O Governo e a degradação dos serviços públicos  13.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes 344
Num quadro de escassez de recursos, a gestão orçamental dos serviços públicos é um exercício complexo - e quem disser o contrário está a mentir.
Adolfo Mesquita Nunes Dos que fingiram não ver  06.11.2017 Adolfo Mesquita Nunes 986
Não podemos comparar culpas, mas não podemos ignorar os que quiseram ignorar - porque era impossível ignorar.
Adolfo Mesquita Nunes E depois da indignação? 30.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes 112
A minha reação ao recente acórdão do Tribunal da Relação do Porto no caso de violência doméstica é fácil e imediata: profunda indignação.
Adolfo Mesquita Nunes Do oportunismo ao aproveitamento político 23.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes 739
Mas de onde vem esta estratégia, afinal, que tem dominado o panorama das esquerdas unidas? De onde vem esta tentativa de acantonar a oposição, de deslegitimar as suas opiniões, de desqualificar os seus rostos?
Adolfo Mesquita Nunes O país arde e volta a encontrar-se com o Governo e com o Estado que temos 16.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes 1639
Uma ministra incapaz de assegurar a segurança que o país necessita, de explicar as opções tomadas, de informar as populações, de ser um garante, queixando-se das férias que não teve.
Adolfo Mesquita Nunes Pedro Romano 09.10.2017 Adolfo Mesquita Nunes 955
A ideia de Agustina traz-me assim algum conforto, como se o Pedro participasse de um outro mundo, estivesse destinado a partir assim, deixando uma auréola de inacabado, uma bruma de mistério, um espaço por preencher.