Isabel Stilwell
Isabel Stilwell 04 de julho de 2017 às 21:00

Davam a mãe para serem filhos do CR7

As "barregãs" que viam o filho reconhecido pelo rei, eram recompensadas "pelo uso do seu corpo" (a expressão é mesmo esta), e os infantes criados na corte, educados com todos os privilégios que o divino sangue paterno ditava. Soa familiar?
A sua opinião53
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Jorge Há 6 dias

Liberdades, direitos e garantias-Const. da Rep. Portuguesa.
Este artigo de opinião faz-me lembrar uma velha máxima..."olha para o que digo e não para o que faço"
Pergunta - O CR7 prevaricou? Obrigou alguém a ser barriga de aluguer?
Gostei do artigo "Mães à liderança das farmacêuticas já" sexismo?

Igualdade de direitos! Há 1 semana

Uma mulher pode sair com um desconhecido, engravidar e ser mãe solteira. O Ronaldo faz o mesmo, versão masculina. A sociedade muda rapidamente e a Isabel Stilwell ainda não percebeu isso, mas a sociedade vai mudar na mesma. O importante é que as crianças tenham amor, o resto diz respeito ao CR7.

Anónimo Há 1 semana

Este Ronaldo é um narcisico, dá tudo por Likes...

James Há 1 semana

The best thing a father can do for his children is to love their mother.
There are millions of children who grow up without a mother due to divorce, death, abandonment, alcoholism, etc. These are accidents of life that we strive to make the best of. Cristia

ver mais comentários
pub
pub
pub