João Quadros
João Quadros 09 de janeiro de 2015 às 09:59

Não somos todos Charlie

Confesso-me um pouco admirado com a quantidade de Charlies que há neste país e que eu desconhecia.

 

"Muitas pessoas perdem o humor, meramente, por perceberem que você não perdeu o seu."
Frank Moore Colby

 

Confesso-me um pouco admirado com a quantidade de Charlies que há neste país e que eu desconhecia. Na sequência do miserável ataque contra a sede do jornal satírico Charlie Hebdo, foram vários os jornais e jornalistas que apareceram a empunhar cartazes com a frase - Nós Somos Charlie Hebdo. Subitamente, só faltou ver o Jornal da Madeira ser também Charlie.


Não me levem a mal, ou levem, mas vou ser Charlie: por favor, jornalistas portugueses a dizer que são o Charlie quando nem coisos (tomates) têm para não fazer favores ao Governo etc., tenham dó. Não, não são todos Charlie. Pelo contrário, há meia dúzia que são e ainda bem que há. Agora não se façam passar por eles. Hoje somos todos Charlie Hebdo, mas amanhã voltamos ao que éramos. Aos jornais, televisões, etc., que aparecem a dizer-se Charlie, pergunto: quantas semanas durava o Charlie Hebdo em Portugal antes de ser cancelado por causa de chatices com a Igreja, Angola ou o Governo? Força, Charlie. Quantos jornais portugueses teriam coragem ou vontade de publicar os "cartoons" do Charlie? Espero que estes jornais que se dizem Charlie, durante a semana toda publiquem os "cartoons" na capa.


Ligo a televisão e vejo a Assembleia da República que não deixou falar os "capitães de Abril" e que está tão chocada com esta falta de respeito pelo direito de expressão. Julgava que, para a presidente da Assembleia da República, "os carrascos" eram os que faziam barulho nas bancadas para o povo. O mesmo Telmo que está na Assembleia da República chocado, estaria a pedir para acabar com aquele "cartoon" que ofende católicos. Já assisti a isso e não foi assim há tanto tempo. "Embora fazer um referendo sobre co-adopção de casais homo" - porque respeitamos muito a liberdade dos outros. Uma Europa que vive um discurso de honestos do Norte contra preguiçosos do Sul está de boca aberta com extremistas. Somos todos Charlie. É só grandes defensores da liberdade de expressão e dos direitos individuais e das conquistas da democracia, no mesmo local onde se apoia que a Merkel possa fazer chantagem eleitoral sobre os gregos.


Vivemos num país em que o Presidente da República, como representante de todos os portugueses, não vai ao enterro de um escritor (Nobel) porque não gosta dele, ou que não dá os parabéns a outro que canta fado porque não canta o que ele gosta, e que deve estar a deitar cá para fora um comunicado sobre a importância de aceitar a liberdade de expressão e a diferença.


Não, não somos todos Charlie. Eu, felizmente, nem sei desenhar.

 

 

_______________________

 

TOP 5
Cartoons


1 "Juiz Carlos Alexandre quer castigar violação do segredo de justiça cometida por Sócrates" - este juiz está tão poderoso e arrogante que qualquer dia se prende a si próprio.


2 "Presidente da Turquia não gosta de se ver desenhado em cartoons" - calma. Chama-se Pateta, mas não és tu.


3 "Salgado pediu, em Maio, ajuda a Cavaco" - mês de Nossa Senhora, que costuma ter intervenção nestas coisas, segundo o professor Cavaco.


4 "Costa pede fim da crispação na vida política após reunião com os sacanas do PSD".


5 "Mário Machado apresenta queixa contra Sócrates" - julga que ele é francês. Isto faz mais pelo Sócrates do que mil visitas do Soares.

 

 

A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
joao Há 1 semana

O Quadros tem direito a mandar a bojarda que mandou. As pessoas têm o direito de o criticar pelo mau gosto. Não têm é o direito de o ameaçar ou de o procurar silenciar. Quanto a isso estamos entendidos.Mas se alguem fizesse uma piada homofobica c seu filho gay qdo este morresse...o q diria? Charlie?

Pedro 02.04.2015

Não passas de um burro vestido...com a mania de que és um pseudo-intelectual.
Não vales uma m% *, rapaz...nem tu nem a restante m% * que te apoia!
Um dia destes pode ser que te aconteça algo parecido ao Charlie...mas aí o sentimento generalizado vai ser o de alegria! Pelo menos o meu e de muitos!

Gatunos 11.01.2015

Um bom artigo de opinião caro João Quadros, concordo inteiramente com o que diz, pois agora há carradas de gentes que se dizem charlie mas fazem tudo para fechar jornais como o Charlie e para censurar os seus cartoons.

Márcia 11.01.2015

Ainda bem que li este arttigo, porque por uns dias pensei que não era normal. Concordo inteiramente com este artigo e afinal existem mais pessoas que pensam como eu. Afinal não vim de outro planeta... Tenho acompanhado o seu programa Irritações e gosto muito da sua prestação e das suas formas de pensar. Continue o nosso planeta precisa de si...

ver mais comentários
pub
pub
pub