Cronista
João Quadros Argumentista

João Quadros nasceu em Lisboa em 1964, é licenciado em gestão e argumentista. Nos últimos 20 anos escreveu para televisão, teatro, cinema, rádio, jornais, etc. Foi um dos autores de programas de comédia de grande sucesso na televisão : Herman Enciclopédia, Contra Informação, O Programa da Maria, Levanta-te e Ri, Os Contemporâneos, Lado B e  O Último a Sair.   Autor do argumento do filme Arte de Roubar, de Leonel Vieira e, entre outras, da peça de teatro Antes Eles que Nós, com Bruno Nogueira, Maria Rueff e Manuel Marques. Foi co-autor do espectáculo Bruno Nogueira a Solo: Sou do tamanho do que vejo e não da minha altura. Actualmente escreve o Tubo de Ensaio, programa diário na TSF, com Bruno Nogueira, o 5 para a Meia-Noite, com Nuno Markl, e a crónica Um Tiro no Porta Aviões, publicada semanalmente no Jornal de Negócios. 

Opinião
TV Marcelo 17.11.2017 João Quadros
Opinião Legionela da Malcata 10.11.2017 João Quadros
Opinião Rio Santana 03.11.2017 João Quadros
Opinião Frase Charlie 20.10.2017 João Quadros
Opinião Marqueses e Infantes 13.10.2017 João Quadros
Opinião PSD d.C. 06.10.2017 João Quadros
Opinião O ovo estrelado da serpente 29.09.2017 João Quadros
Opinião A Sagrada Catalunha 22.09.2017 João Quadros
Opinião Praxar a praxe 15.09.2017 João Quadros
Opinião Pedrógão Grande espera 08.09.2017 João Quadros
João Quadros TV Marcelo 17.11.2017 João Quadros
Estou certo que, em termos de beijos, o nosso Presidente já deve estar no Guinness Book. Marcelo já beijou mais gente numa semana do que o Harvey Weinstein em toda a carreira de produtor.
João Quadros Legionela da Malcata 10.11.2017 João Quadros 162
Houve um tempo em que os médicos justificavam tudo com uma virose. Agora, tudo é justificado com o calor. Se há legionela nas torres de refrigeração do São Francisco Xavier, a culpa é deste Verão. É melhor prolongar a época balnear dos hospitais até Dezembro. Vai tudo de havaianas para as urgências.
João Quadros Rio Santana 03.11.2017 João Quadros 163
Rio é o filho que enforca periquitos, Santana é o que toca à campainha das vizinhas. Se Santana acaba por dar mais sarilhos porque todos sabem o que faz, Rio não faz barulho, mas faz mais mal.
João Quadros Moção de emoção 27.10.2017 João Quadros 220
Dos beijos do PR com pouco recato, às cantigas de amigo de Costa e cartas de desamor da ex-ministra, passando pelo tom angelical Miss Eucalipto e acabando com Montenegro a falar de um PM insensível, cada um aproveitou o que podia. 
João Quadros Frase Charlie 20.10.2017 João Quadros 56
O discurso de António Costa foi como aquele indivíduo que veio cá arranjar o esquentador, mas nem lhe tocou: "vocês dão cabo destes esquentadores. Deve ser o 'chip', mas depois vem cá um colega ver".
João Quadros Marqueses e Infantes 13.10.2017 João Quadros 159
A mistura Bloco Central/empresas/bancos fez uma sangria a este país. Por isso se diz que o 25 de Abril foi uma revolução inacabada - bastava ver que o Salgado, em pouco tempo, voltou a ser o Dono Disto Tudo.
João Quadros PSD d.C. 06.10.2017 João Quadros 350
Santana Lopes está a ponderar avançar para líder do PSD. Acho uma candidatura sem sentido. Santana Lopes vai ser, obviamente, chumbado pelo PSD porque foi PM sem ter vencido as eleições. Eles odeiam isso.
João Quadros O ovo estrelado da serpente 29.09.2017 João Quadros 84
Após as eleições alemãs do passado domingo, os jornalistas portugueses foram a correr ver o dicionário português-alemão para saber como se diz geringonça. Eu como não sou jornalista fiz investigação: fui ao Google translate. Obtive: contraption. Não parece uma palavra alemã. O que é natural, porque eles detestam geringonças.
João Quadros A Sagrada Catalunha 22.09.2017 João Quadros 264
A Guarda Civil espanhola anunciou, na passada quarta-feira, a detenção do principal colaborador do vice-presidente da Catalunha, Josep Maria Jové. Segundo a comunicação social espanhola, o executivo prendeu 12 membros do governo catalão por causa do referendo pela independência. Ena, Espanha voltou a ter presos políticos.
João Quadros Praxar a praxe 15.09.2017 João Quadros 2064
A praxe não tem lugar na universidade. Por alguma razão não existe uma cadeira de luta de cães, uma oral em arrotos, ou uma Universidade Zezé Camarinha. A praxe nunca devia ter saído dos quartéis.