Cronista
Miguel Frasquilho Deputado do PSD

Miguel Jorge Reis Antunes Frasquilho, nascido em 12 de Novembro de 1965, é Mestre em Teoria Económica, grau conferido pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (16 valores, 1997), e Licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa (15 valores, 1988).

Deputado à Assembleia da República pelo Partido Social Democrata desde 9 de Abril de 2003 é, actualmente, e desde Outubro de 2009, Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PSD, funções que ocupou igualmente entre Março de 2004 e Outubro de 2007.

Entre Outubro de 2007 e Outubro de 2009 foi Presidente da Comissão Parlamentar de Obras Públicas, Transportes e Comunicações.

É também, e desde Julho de 2003, Director-Coordenador do Departamento Espírito Santo Research, coordenando o research do Grupo Banco Espírito Santo.

Entre 8 de Abril de 2002 e 8 de Abril de 2003 foi Secretário de Estado do Tesouro e das Finanças do XV Governo Constitucional.

Miguel Frasquilho Confiança no futuro 14.04.2014 Miguel Frasquilho 72
Creio que as boas notícias virão, também da Europa: as experiências com a Troika deverão ser aproveitadas para tornar os necessários ajustamentos futuros mais realistas; a união bancária está finalmente a avançar.
Miguel Frasquilho A questão da dívida 17.03.2014 Miguel Frasquilho 49
Previsivelmente, terá lugar, depois das eleições europeias, um terceiro resgate à Grécia, a 50 anos e com juros muito baixos - condições que poderão ser estendidas a países encarados como cumpridores, como Portugal e Irlanda
Miguel Frasquilho Rumo a uma saída favorável do PAEF 18.02.2014 Miguel Frasquilho
Tudo somado, na posse da (ainda insuficiente) informação hoje conhecida, tendo a valorizar mais a protecção e os previsíveis menores encargos financeiros associados a um programa cautelar, uma vez que, como atrás deixei subentendido, acredito que a condicionalidade implícita não variará muito entre um e outro tipo de saídas.
Miguel Frasquilho A Inevitável realidade 21.01.2014 Miguel Frasquilho 37
De acordo com Hollande, só as empresas são "capazes de gerar empregos sustentáveis", sendo que o combate ao desemprego, que afecta quase 3.3 milhões de franceses, é a sua prioridade.
Miguel Frasquilho 2014 07.01.2014 Miguel Frasquilho
Em Junho e Julho terá lugar, no Brasil, a "Copa do Mundo de Futebol", onde se falará Português, onde Portugal participará, e onde aposto que Cristiano Ronaldo & Cia. homenagearão a memória de Eusébio e tudo farão para nos dar mais um motivo que torne 2014 um ano de boa memória.
Miguel Frasquilho Irlanda versus Portugal 26.11.2013 Miguel Frasquilho 89
É nas diferenças ao nível do pragmatismo, do bom senso e da capacidade de gerar consensos que reside, no fundamental, a vantagem da Irlanda.
Miguel Frasquilho TC: bom senso para recuperar a soberania 29.10.2013 Miguel Frasquilho 178
O TC tem, pois, vindo a decidir como se existisse soberania – quando ela deixou de se verificar. E, se assim é, creio que teria toda a lógica que a acção dos Juízes se centrasse na recuperação por parte de Portugal dessa mesma soberania.
Miguel Frasquilho Competitividade, Política Fiscal e Reforma do Estado 01.10.2013 Miguel Frasquilho 268
O incentivo a trabalhar mais e melhor, aumentando a produtividade, é inexistente (uma vez que o Estado acabará por arrecadar uma parte cada vez mais considerável dos rendimentos gerados pela sua produção).
Miguel Frasquilho Cheque-ensino: Um debate bem-vindo 03.09.2013 Miguel Frasquilho 329
Para o desenvolvimento sustentado do nosso País, não nos interessa defender a escola pública a qualquer preço – interessa-nos, isso sim, que o serviço público de educação seja universal, justo e tenha qualidade.
Opinião Reforma estrutural da despesa pública: factos e bom senso 06.08.2013 Miguel Frasquilho 54
Há bem mais de uma década, portanto (e não apenas há dois anos), que devia ter sido iniciada em Portugal uma redução estrutural da despesa pública, que tornasse a sua dimensão sustentável pela capacidade de produção e criação de riqueza