Ontem
Fernando Sobral China/EUA: a guerra comercial 16.07.2018 Fernando Sobral
A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China promete não ter um resultado de soma zero. As duas economias estão demasiado interligadas para que exista um vencedor.
Camilo Lourenço Marcelo e o Mail do Constitucional 16.07.2018 Camilo Lourenço 137
Em 2016, no meio da volúpia do "a-austeridade-é-um-exclusivo-da-direita", o governo prometeu o regresso da função pública ao regime das 35 horas. E jurou que isso não custaria mais dinheiro aos contribuintes.
Colunistas A vertigem Venezuelana em Lisboa 16.07.2018 José Veiga Sarmento
Durante todos estes anos, ninguém se importou verdadeiramente de ver os prédios a degradarem-se até ao ponto de ruína, fazendo surgir nas nossas cidades, cenários urbanos com zonas mais próprias de filmes apocalípticos.
Luís Pais Antunes Desconcertação Social 16.07.2018 Luís Pais Antunes
A legislação laboral sempre foi um terreno difícil em que não raras vezes se extremam posições. Portugal não é exceção, como o não é também a generalidade das democracias.
Adolfo Mesquita Nunes Profundamente europeísta e convictamente antifederalista  16.07.2018 Adolfo Mesquita Nunes 81
Se a União Europeia tivesse resolvido parte das suas questões existenciais, estaria hoje em condições de responder a Trump com a autoridade de quem conhece o seu estatuto, tem o seu rumo e não tolera provocações.
Jorge Marrão Reféns da dívida 16.07.2018 Jorge Marrão
As esquerdas e as direitas moderadas em vez de denunciarem e anunciarem o novo caminho, escondem-se em "fait-divers" e debates inócuos sem uma agenda própria.
Fernando Sobral A nação de Clouseau 16.07.2018 Fernando Sobral
O Governo sabe que sem os votos dos funcionários públicos não há maiorias neste país. Por isso os debates do Estado da Nação são um bocejo. Longo e entediante.
José M. Brandão de Brito O sonho de Draghi 16.07.2018 José M. Brandão de Brito
Para que Draghi possa ser consagrado como o salvador do euro, a economia europeia tem de suster a extensa miríade de riscos que por aí pululam até novembro de 2019, quando termina o seu mandato no BCE.
Ulisses Pereira Até um relógio parado está certo duas vezes ao dia 16.07.2018 Ulisses Pereira 65
A bolsa nacional teima em não cair. Algumas acções tocam recordes sucessivos e outras teimam em não arrancar.
Anteontem
Camilo Lourenço Bloco e PCP têm poder, sim! 15.07.2018 Camilo Lourenço 191
É costume dizer-se que os partidos de extrema-esquerda têm passado a vida a engolir sapos. É verdade, mas só na política orçamental.