Ontem
Camilo Lourenço Novo aumento de pensões? Só com mais impostos!!! 23.08.2017 Camilo Lourenço
O nosso sistema de pensões muda mais vezes do que o país muda de primeiro-ministro, o que torna impossível prever com o mínimo de seriedade o que vai acontecer às pensões daqui a 10 anos.
Pedro Santana Lopes Obras públicas 23.08.2017 Pedro Santana Lopes
Escrevi neste espaço há duas semanas sobre o dilema que se coloca ao Estado português e também aos agentes económicos privados sobre o novo aeroporto de Lisboa.
Jorge Marrão O equilibrismo necessário 23.08.2017 Jorge Marrão
Os regimes de cariz presidencial em França e nos Estados Unidos apresentam soluções que não são estruturalmente de direita e ou de esquerda, e baralham os eleitorados tradicionais e a tradição partidária.
Eduardo Cintra Torres [723.] Continente, NOS, Meo, Salvelox 23.08.2017 Eduardo Cintra Torres
O sotaque nacional não ajuda. Muitos falamos de forma incompreensível. Muitos filmes portugueses precisariam de legendas para portugueses, quanto mais para brasileiros ou angolanos. Mas fazer um anúncio de 30 segundos em que não se percebe quase nada?
Fernando Sobral A floresta do ar condicionado 23.08.2017 Fernando Sobral
O ar condicionado é, como se sabe, um invento do demónio. Substituiu o leque, com resultados mais desastrosos. Causa gripes em tempos de calor. E, também, no campo da política, costumam ter efeitos perversos na hora das decisões.
Joaquim Aguiar O sonho da razão 23.08.2017 Joaquim Aguiar
As sociedades divididas e politicamente polarizadas são sociedades com medo, porque não aceitam o que o futuro lhes mostra e refugiam-se na nostalgia do passado como um sonho da razão.
Miguel Varela Com as calças do meu pai, também eu sou um grande homem… 23.08.2017 Miguel Varela
Orçamento do Estado para 2018 irá ser o próximo tema "quente" da política nacional. No entanto, como habitualmente, as expetativas são muito baixas quanto a novidades estruturais.
Economia Social Voando sobre um ninho de constelações… 23.08.2017 Pedro Bleck da Silva
Nos últimos anos, tenho andado envolvido numa batalha que já dura e perdura há mais de vinte anos, a do reconhecimento político e legal das mutualidades no espaço da União Europeia.
Anteontem
Camilo Lourenço De cor-de-rosa a amarelo alaranjado? 22.08.2017 Camilo Lourenço 701
No final de 2016 a dívida pública correspondia a 130,3% do Produto Interno Bruto (dados do Banco de Portugal). No final do primeiro trimestre subiu para 130,5% do PIB. No final do segundo trimestre pulou para 132,4% do PIB.
Francisco Mendes da Silva Os tribalistas 22.08.2017 Francisco Mendes da Silva
Numa democracia comunitária, todos os interesses legítimos serão tendencialmente reconhecidos. Numa democracia identitária, todos os interesses legítimos estão em risco de silenciamento.
pub
pub