João Quadros
João Quadros 14 de Outubro de 2016 às 11:04

O pipi dele

As eleições nos EUA estão na recta final e esta semana ficou marcada pelo segundo, e penúltimo, debate entre os candidatos e a divulgação de um vídeo, com 10 anos, onde, resumindo, Donald Trump diz que não aguenta ver mulheres bonitas e que as pode beijar e "grab them by the pussy", mesmo contra a sua vontade, só porque é uma celebridade. Falando por mim, garanto-vos que não é assim.
Trump confunde conversa de balneário com paleio de sarjeta. Vê-se bem que ele está gordo e não faz desporto. Nos nossos dias, a conversa de balneário é sobre quem levanta mais peso, tomou proteína ou fez flexões em menos tempo. A conversa de Trump não é de quem anda de fato de treino a malhar no ginásio, é de quem anda de gabardina no apalpanço nos transportes públicos.

De repente, Trump vê-se abandonado, em parte, pelo Partido Republicano, por dizer, em privado (numa gravação de dois minutos), que é um cão de Pavlov com mãos de gorila e cérebro de coelho quando há mulheres giras por perto. Percebo o choque, mas este é o mesmo Trump que falou sobre expulsar todos os muçulmanos, sobre o uso de bombas nucleares contra países, sobre como todos os mexicanos são violadores e ladrões e a maioria dos negros criminosos. É o mesmo Trump que falou sobre torturar prisioneiros. Tudo isto foi dito, não como conversa de balneário mas como discurso e ideias para o futuro da maior potência mundial. A moral do partido republicano é muito estranha. É como aquelas pessoas que adoram cozido à portuguesa mas toucinho, nem pensar! Que nojo!
cotacao
Trump confunde conversa de balneário com paleio de sarjeta. Vê-se bem que não faz desporto. Nos nossos dias, a conversa de balneário é sobre quem levanta mais peso. A conversa de Trump não é de quem anda de fato de treino a malhar no ginásio, é de quem anda de gabardina no apalpanço nos transportes públicos.
Antes do debate, Trump organizou uma entrevista com quatro mulheres que, em tempos, acusaram Clinton de as tentar violar. Foi das conferências mais estranhas que já vi. Só lhe faltou dizer: "Como podem ver, o Bill Clinton era tão tarado como eu, mas com pior gosto para mulheres. Eu, a estas, agarrava-as pelo nariz e punha-as fora da sala oval."

No final do debate, devido a uma pergunta do público, os dois candidatos tiveram de dizer o que mais apreciavam no seu oponente. Hillary deu os parabéns a Trump por ter uns filhos impecáveis. Pareceu-me desajustado, porque os filhos de Trump são conhecidos pelas fotos de caça com restos de leopardos, elefantes, zebras e outros animais. O que Hillary devia ter dito é que lhes dava os parabéns por terem tão boa pontaria. Se eu fosse a Hillary, teria usado a lógica de Trump durante o debate e teria dito: se eu fosse presidente, prendia os filhos do Trump.

O debate não foi o banho de sangue que todos esperavam. Hillary acabou por quase deixar empatar um jogo que, antes de começar, já vencia por 7-0. Quando vejo Hillary e Trump, lembro-me daquelas eleições no meu SCP onde tinha de escolher, respectivamente, entre o Bettencourt e o Paulo Pereira Cristóvão. Na altura, não votei mas é evidente que uma pessoa no seu perfeito juízo, e apesar de tudo o que representa Hillary, tem de votar contra Trump. Neste caso, é mesmo uma questão de vida ou de morte. 

top 5 USA 1. "Isabel dos Santos torna-se dirigente desportiva de um dos maiores clubes de Angola." - Parabéns, antecipados, pela vitória no campeonato.

2. "As discussões em torno do salário mínimo vão ser longas" - Ao contrário do salário mínimo, que é manifestamente curto.

3. A Samsung anunciou o fim da produção do Galaxy Note 7, na sequência de casos persistentes de explosão e combustão do modelo - Espero que os tipos do Isis usem samsung galaxy note 7.

4. Embaixador russo e presidente do conselho de segurança da Onu "António Guterres esteve nos campos dos refugiados e viu as coisas mais terríveis, e já foi PM de Portugal." - Foi só a mim que isto soou mal?

5. "Lloyds vai despedir mais de mil funcionários - Mas vai contratar mais amantes.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rui Há 3 semanas

O establishment está todo contra Trump... porque? Também estava tudo contra o brexit... aconteceu e não foi o fim do mundo. Acho que Trump vai ganhar. E depois? Como dizia um célebre comediante brasileiro candidato a presidente... vota no tiririca, pior não fica!

TBrites Há 3 semanas

Afinal o Joãozinho é apenas mais um escravo bem mandado.

Começa por referir que a gravação tem 10 anos, mas depois fala dela como se fosse algo dos dias actuais!

És outro que prefere ver a Killary 'corno' Clinton e suas mãos repletas de sangue de pessoas inocentes como presidenta do que um otário sem sangue nas mãos...

Os ratos tardam a sair do buraco, mas quando saem não conseguem disfarçar a ralé que são.

Miguel Há 3 semanas

Até tu Quadros?

Desde o FBI até aos Média
Todos tem medo de dizer mal de kilary, e uma extrema facilidade de dizer mal de trump.