Ulisses Pereira
Ulisses Pereira 04 de dezembro de 2017 às 10:53

A semana B - Bitcoin, Bull Market e Belmiro de Azevedo

O eng. Belmiro de Azevedo era um dos maiores analistas de bolsa que conheci, colocando inúmeras empresas em bolsa.
(Comente aqui o artigo de Ulisses Pereira)

Bitcoin a cotar a 9.500 dólares! A valorização já vai em quase 1000% num ano e quem investiu nesta "cryptocurrency" há 5 anos, já multiplicou por 500 vezes o seu investimento.

O Bloco de Esquerda vai apresentar um projecto de resolução para nacionalizar os CTT. Catarina Martins e seus pares entendem que a empresa não está a cumprir as obrigações decorrentes do contrato de privatização e que deve voltar para as mãos do Estado. Felizmente para os contribuintes portugueses, não estamos na Venezuela e tudo isto não passará de mais uma ideia luminosa. Infelizmente para os accionistas dos CTT que veriam o Estado a recomprar a empresa a valores bem acima do que está a cotar e teriam a oportunidade de recuperar algum do muito dinheiro perdido.

10.000 dólares! Bitcoin atinge esta mítica barreira e a imprensa mundial noticia tal facto. No caldeiraodebolsa.com começam as perguntas sobre como investir. Tenho um almoço com amigos que nunca se interessam pelos mercados financeiros e que me convidaram para um bifinho para perguntarem se acho que é um bom investimento entrar no mercado das "cryptos".

A Coreia faz um novo teste com um míssil de longo alcance que, segundo os seus responsáveis, teria capacidade para atingir os Estados Unidos. Os mercados mundiais seguem o seu caminho ascendente e parece que estas notícias não fazem comichão a uns touros que seguem imperturbáveis. Longe vão os tempos dos primeiros testes e dos sustos que se reflectiam nas principais bolsas mundiais.

11.300 dólares! Num dia apenas, a bitcoin voa mais de 1.000 dólares, como se fosse um foguetão direccionado ao espaço. No meu "feed" do Facebook, multiplicam-se as referências ao facto. As "cryptocurrencies" chegaram ao "mainstream" e são as grandes vedetas do momento. E as aspas, definitivamente, invadiram este parágrafo com todos os palavrões do estrangeiro.

A bolsa portuguesa segue o seu "bull market". Sem euforias, sem foguetões rumo ao espaço, sem parangonas da comunicação social e com muitas hesitações e cepticismo. Mantenho o fato de touro vestido porque não tenho qualquer sinal nem de fraqueza nem de euforia. E aquelas são as duas palavras que me poderiam fazer mudar de posição.

Multiplicam-se os e-mails com perguntas sobre as "cryptos", apesar de eu nunca ter escrito um artigo sobre o tema. O que me preocupa não é que passe ao lado dos governos ou que possa ser difícil escoar a liquidez enquanto não for aceite por um grande "player" (Amazon, Facebook ou Google, por exemplo). O que verdadeiramente me assusta é ver um gráfico vertical no qual as pessoas que nada percebem do tema querem entrar. De cabeça. Num mergulho para o espaço que pode acabar numa parede.

Morreu o eng. Belmiro de Azevedo. O seu papel na história económica portuguesa é inegável e ímpar. Mas gostaria de recordar um artigo que sobre ele escrevi, classificando-o como um dos maiores analistas de bolsa que conheci, colocando inúmeras empresas em bolsa perto dos topos dos "bull markets" e retirando do mercado (através de OPA) várias empresas muito perto do fundo do "bear market".

No ano 2000, a minha empregada que não sabia sequer escrever e nada sabia de bolsa, ripostou e ficou ofendida quando eu disse que a PT estava a dar sinais de fraqueza. Seguiu-se um dos maiores "crashes" de que há memória. Não sei o que irá acontecer às "cryptos", mas as semelhanças da semana passada com 2000 assustam-me. Parece-me claro que estamos na última fase de um incrível "bull market". Temo que quem agora se juntar à festa o fará na pior altura. Quando todos estiverem dentro, quem fará as cotações subirem? A História repete-se. Mesmo em tempos irrepetíveis, em que o virtual e o real se confunde.


Nem Ulisses Pereira, nem os seus clientes, nem a DIF Brokers detêm posição sobre os activos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui


Analista Dif Brokers
ulisses.pereira@difbroker.com



Saber mais e Alertas
pub