Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 16 de abril de 2017 às 16:37

As promessas de Trump e a realidade 

Donald Trump seduziu os investidores com o seu plano para tornar a América grande novamente.

O "slogan", sustentado por um ambicioso programa de medidas económicas e cortes de impostos, suportou a escalada dos activos de risco, com as bolsas americanas a renovarem máximos históricos sucessivos.

Mas, à medida que passam os meses e as medidas tardam em sair do papel, os investidores começam a mostrar-se impacientes. E, tendo em conta a análise de Jack Bogle, têm razão para o estar. O fundador do Vanguard Group, que viveu a Grande Depressão, a crise do petróleo, a bolha tecnológica e o subprime, está a adaptar-se a uma nova realidade em que um "tweet" é o suficiente para incendiar os mercados.

Mas, de uma coisa o investidor tem a certeza: é preciso ser realista. Numa notícia divulgada pelo MarketWatch, Jack Bogle considera que a grande questão é perceber quantas das suas promessas Donald Trump vai realmente implementar. E para o investidor esta é a grande incerteza. "Vamos ter uma batalha entre o curto e o longo prazo", mas a grande questão é se o optimismo presente no curto prazo será duradouro. Esperemos que os investidores não sejam confrontados com um choque de realidade.

 

Jornalista 

A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
5640533 Há 1 semana

Trump é velho e poxe estar morto amanhã.

Conselheiro de Trump Há 1 semana

Trump vai ter 2 mandatos,pelo menos foi assim nos 3 ultimos presidentes,dai ele ter ainda tempo para o sucesso,sabendo ele q vai ter q tirar uns coelhos da cartola no fim do primeiro mandato.O sucesso de draghi sente-se agora na venda d casas e com ele vem 1 bolha para os bancos com os emprestimos