Fernando  Sobral
Fernando Sobral 18 de maio de 2017 às 09:57

As tropelias de Donald Trump. E a China na Argentina

Trump é uma estrela das notícias. Kim Kardashian deve estar furiosa. Não deveria haver um "reality show" com a vida diária das Kardashians. O que era importante era fazer um com a vida da família Trump na Casa Branca.

Trump disse ao antigo director do FBI, James Comey, que deveria pensar em prender jornalistas porque estes publicam informação confidencial. Isso ao mesmo tempo que pedia para que Comey não investigasse as ligações a Michael Flynn. Já nada admira. O desconforto começa a ser total nos EUA. O senador republicano John McCain já disse: "Este caso está a atingir uma dimensão do tamanho e da escala do Watergate." Resta saber o que quer fazer a maioria republicana no Congresso.

No Guardian, Richard Wolffe escreve: "Como é que Trump pode ser tão estúpido? É impossível que ele tivesse dúvidas sobre o que estava a divulgar: ele estava claramente a ser gabarola por ter melhor informação do que os russos. Também é impossível que ele pensasse que é porreiro divulgar informação confidencial. Ele montou uma campanha eleitoral - a maior de sempre - defendendo que Hillary Clinton deveria ser presa por tratar mal informação classificada." No New York Times, Thomas L. Friedman apela aos eleitores: "A única questão relevante é: existirão dezenas de milhões de bons americanos capazes de votar nos democratas ou independentes nas eleições de 2018 para o Congresso e substituir a actual maioria republicana? Nada mais importa. Só há duas alternativas: ou galinha ou peixe. Uma Casa ou Senado dominados pelos democratas que possa pelo menos deter Trump nos seus dois últimos anos ou quatro anos de um Presidente sem controlo. Estes republicanos não o vão destituir; esqueçam essa fantasia." Enquanto isso o Presidente argentino reuniu-se com Xi Jinping: os chineses vão avançar com 15 milhões de dólares e financiar duas centrais nucleares na Argentinas. Num território que, outrora, os EUA viam como sua esfera de influência.


A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
zed 18.05.2017

A China irá investir cerca de 12.500 milhões de dólares (15 milhões conforme o texto acima é irrisório).

http://www.infobae.com/politica/2017/05/05/argentina-y-china-firmaran-un-acuerdo-para-la-construccion-de-dos-nuevas-centrales-nucleares/

surpreso 18.05.2017

Até este pató qualifica o Trump....