Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 31 de agosto de 2017 às 21:30

Cavaco não esquece... e não perdoa

Quando José Sócrates estava detido em Évora, Mário Soares, numa das visitas à prisão, e no meio de um discurso desbragado, chamou "malandro" ao juiz Carlos Alexandre.

Fiquei chocado: como era possível um dos pais da democracia referir-se assim a um juiz e pontapear o princípio da separação de poderes?

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião46
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Camarada Vital, abra os olhos Há 1 semana

Seu Vital Machado, o camarada é muito burro ou cego. Cavaco Silva teve várias maiorias e derrotou escandalosamente em eleições aquele que você pensa que foi o melhor presidente. A realidade é que você regula-se pela imprensa de esquerda que não reflecte o pensamento dos portugueses

Francisco António Há 2 semanas

Oh Camilo ! Ou o ilustre Camilo esteve hibernado e quando agora acordou e viu Cavaco "piar" em Castelo de Vide pensou: Mas Cavaco ainda pensa que manda alguma coisa ?

VidalMachado Há 2 semanas

Cavaco foi um crápula que se aproveitou do BPN para enriquecer a si e à sua família. Se estivéssemos numa democracia do norte da Europa esse senhor e os seus acólitos estavam presos.

fcj Há 2 semanas

Não esquece nem perdoa? NÓS É QUE NÃO!!!

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub