Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 11 de Novembro de 2016 às 00:01

Como Portugal consegue ficar com a fama sem o proveito 

Governo prometeu, aquando da sua constituição, inverter todos os cortes feitos pelo Governo da troika. Cumpriu. O Orçamento do Estado para 2016 promoveu um aumento da despesa, com destaque em duas áreas: pensões e despesas com pessoal.

Quem via o cenário, a partir do exterior, ficou receoso. Afinal, se tudo aquilo que estava no Orçamento fosse cumprido, Portugal arriscava regressar ao patamar do precipício. Entretanto, chegou o braço de ferro com Bruxelas.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião22
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Oh Camelo Há 3 semanas

Não foi aumento da despesa foi a reposição de um ROUBO. Emigra fascista desaparece

PUPM Há 3 semanas

Para os que estiverem interessados, PUPM significa"Por Um Portugal Melhor"nada mais me move além disso. Não sou politico nem nunca o fui, melhor, nunca pertenci a partido nenhum e espero nunca vir a pertencer.Tenho uma ideia para Portugal que não passa pelo o folclore de esquerda mas por pragmatismo

PUPM Há 3 semanas

Um comentador esporádico, segundo ele, chama-me a atenção sobre o camaleão e inventa que comentários são escritos por gente do jornal. Não posso nem devo afirmar que está correcto por não conhecer a realidade,o que sei, eu não pertenço a coisa nenhuma nem comento por outros,sou gente séria e honesta

Anónimo Há 3 semanas

CAMILO SEM LENÇO = CHAUVINISMO

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub