Fernando  Sobral
Fernando Sobral 13 de Outubro de 2016 às 09:30

Hollande está pronto. Kim Kardashian ficou sem as jóias

No meio de duas crises (a recusa de Vladimir Putin ir a Paris para se encontrar com François Hollande e o aparente roubo de jóias a Kim Kardashian na capital francesa), os franceses defrontam-se também com outro caso: o das candidaturas para as presidenciais de 2017. O que é mais inquietante?


A acreditar em muita imprensa o desaparecimento das jóias da "socialite" é muito mais importante. À esquerda e à direita cada candidato junta tropas. Em entrevista à revista "L'Obs", François Hollande diz: "Estou pronto". Para se recandidatar, é claro. E acrescenta: "Mudando de funções, não mudei de ideias. Sou de esquerda. Desenvolvi uma política de esquerda. Uma política de esquerda é ter feito da educação nacional uma prioridade criando 60 mil postos de trabalhos, quando entre 2007 e 2012, tinham sido destruídos 80 mil. (…) Uma política de esquerda é ter conseguido concluir em Paris um acordo mundial sobre o clima, assegurando a transição energética, diminuindo o nuclear e reforçando as energias renováveis".

No "Politico", Pierre Briançon fala dos concorrentes, à esquerda, de Hollande: "Se os resultados do presidente francês são tão bons, porque é que os seus antigos ministros da economia concorrem contra ele?". Fala de Emmanuel Macron e de Arnauld Montebourg, que vão concorrer às primárias do Partido Socialista em Janeiro contra Hollande. Mas, à direita, Nicolas Sarkozy, que quer entrar no campo eleitoral de Marine Le Pen, tem um duro concorrente: Alain Juppé, candidato mais centrista. Na "L'Obs", Matthieu Croissandeau escreve: "Nicolas Sarkozy não tem nada a propor para lá do que seguir a política que o derrotou em 2012. (…) Na verdade, o antigo Presidente da República não ambiciona salvar a França, mas sim salvar-se a si mesmo". Ou seja, a campanha ainda vai no adro mas promete. Terá Kim Kardashian tido tempo para reparar nela?


A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


Comemorações Oficiais

FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


AS CLASSES SOCIAIS EM PORTUGAL:

1. Burguesia = Patrões

2. Nobreza = FP e seus pensionistas

3. Povo = Trabalhadores do privado (que são tratados como escravos e roubados para sustentar as 2 classes privilegiadas)

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Estás "pronto" mas é para entregar o governo aos " le pen".

Anónimo Há 2 semanas


Comemorações Oficiais

FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


AS CLASSES SOCIAIS EM PORTUGAL:

1. Burguesia = Patrões

2. Nobreza = FP e seus pensionistas

3. Povo = Trabalhadores do privado (que são tratados como escravos e roubados para sustentar as 2 classes privilegiadas)