Fernando  Sobral
Fernando Sobral 17 de outubro de 2017 às 09:39

Incêndios na Galiza e descontrolo em Portugal. E a Catalunha

Mau tempo e descontrolo em Portugal. Estas são as razões invocadas pela Xunta da Galiza para explicar o caos ali reinante devido aos incêndios que se sucedem, sobretudo nas comunidades vizinhas de Vigo.

O presidente do Governo galego, Alberto Núñez Feijóo, disse: "Estamos a falar de umas condições que não se tinham vivido na última década." A generalidade dos fogos é feita por incendiários. A imprensa galega fala de "terrorismo incendiário". E assegurou: "Está no limite do homicídio. Queremos dizer-lhes muito claramente que se querem situações como as vividas no país vizinho (Portugal), vamos lutar para que não seja assim." Feijóo foi mais longe: "Não podemos continuar a suportar os fogos que entram desde Portugal." A mesma tese do "descontrolo português" na gestão dos seus incêndios foi retomada pelo vice-presidente da Xunta, Alfonso Rueda. No La Voz de Galicia, Fernando Hidalgo pergunta: "Que tipo de pessoas podem queimar a sua própria terra? A Galiza sofreu ontem um domingo negro com mais de 80 incêndios, boa parte deles provocados, milhares de hectares arrasados e, o que é pior, três pessoas mortas. (…) Os incendiários lançaram um ataque miserável que semeou o caos em grande parte da comunidade". E acrescenta: "Mas, às vezes, as misérias não vêm sós. Ontem, com rapidez, começou a clássica utilização política dos incêndios."

Sobre a Catalunha fala Nacho Cardero no El Confidencial: "Está tudo escrito. O que se passou e o que sucederá. Hoje é outro capítulo nesta estratégia de desestabilização para forçar o Estado a que active o artigo 155, 'gerar confrontação', conseguir a 'cumplicidade internacional' e 'pôr em marcha um plano de desconexão forçada obrigando a um referendo acordado que leve à criação de um Estado próprio. (…) Nem Eslovénia, nem Quebec. Com esta estratégia de confrontação desde a Generalitat, a Catalunha vai a caminho de se tornar o Ulster de Espanha".


A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 19 horas

O excedentarismo e sobrepagamento eleitoralistas, podem ser, para além de manifestamente íniquos e insustentáveis como já se sabia, assassinos. Quem os defende pactua com os criminosos.

Mr.Tuga Há 1 dia

O ASNO TROGLODITA PORC*O SEBENTO MAL FORMADO IMBECIL BRONCO ILETRADO CRIMINOSO DESLEIXADO... tuga a exportar KNOW-HOW "incendiário"....

Realmente o tuga asqueroso deveria ser ELIMINADO da face da terra! Não merece habitar o planeta!

Anónimo Há 1 dia

Não é normal as faúlhas reacenderem incêndios a quilómetros de distância. O clima alterou muito e é necessário preparar o futuro.

Saber mais e Alertas
pub