Ulisses Pereira
Ulisses Pereira 09 de outubro de 2017 às 11:21

Nem só de subidas vive um "Bull Market"

Os "Bull Markets" não se surfam com compras e vendas mas sim deixando correr as posições ganhadoras.
Há mais de um mês que a Bolsa portuguesa não caía 1% numa sessão, como na passada quarta-feira. Sempre que as quedas aparecem, surgem também receios do final do bom momento da praça portuguesa, alguns investidores vendem temendo não preservar as suas mais-valias e os ursos colocam a cabeça de fora da toca, respirando e espreitando a sua oportunidade.

Alguns investidores assustam-se com o aumento da volatilidade, especialmente quando os mercados vão no sentido oposto às suas posições. A volatilidade é amiga de quem investe no curto prazo - é ela que cria oportunidades para quem quer negociar em horizontes temporais muito curtos. Mas para quem investe no médio e longo prazo, deve olhar para essa volatilidade de curto prazo como mero "ruído" que em nada deve interferir na sua estratégia.

As quedas são essenciais nos "Bull Markets", independentemente de terem na sua génese questões internas ou acontecimentos extraordinários como a crise na Catalunha. Elas mantêm o cepticismo e são fundamentais para que novas "mãos" possam entrar no mercado e conduzi-lo a uma nova vaga. Mais difícil é prever até onde vão os períodos de consolidação/correcção. Mas, para quem tem acções e está a navegar este "Bull Market", tentar sair e reentrar é um jogo demasiado perigoso e a estratégia certa é ir-se mantendo na crista da onda, aguentando quando a maré se torna mais revolta e esperando que a onda o continue a conduzir depois da agitação. Os "Bull Markets" não se surfam com compras e vendas mas sim deixando correr as posições ganhadoras.

Enquanto o PSI não der sinais de fraqueza quebrando suportes importantes, eu vou manter vestido este fato de touro que trago colado ao meu corpo há alguns meses. E temos que estar preparados para semanas de quedas inevitavelmente surgirão e que colocarão à prova as nossas convicções. Nem só de subidas vive um "Bull Market".



Nem Ulisses Pereira, nem os seus clientes, nem a DIF Brokers detêm posição sobre os activos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui


Analista Dif Brokers
ulisses.pereira@difbroker.com