Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 23 de novembro de 2017 às 21:30

Num dia está tudo bem... no outro tudo mal. Habituem-se!

A Altice viu desaparecer metade do seu valor em bolsa em pouco mais de 15 dias depois de ter revisto em baixa a previsão de resultados.

Os investidores não perderam tempo e desataram a despejar ações da empresa com receio de que o retorno dos investimentos não cheguem para pagar a elevada dívida da empresa (contraída para financiar aquisiç

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 2 semanas

Três características dos tempos que vivemos: elites medíocres (pelo menos mais medíocres que a tradição que já é de mediocridade, no que se refere a Portugal); capitalismo de casino; e comportamentos de manada.

comentários mais recentes
Invicta Há 2 semanas

LT: O que é a Tecnoforma comparada com as falcatruas do teu amigo 44?

Os nossos impostos servem para jogadas, vigaristas Há 2 semanas

OH camarada LT, já procurou saber porque a fundação Mário Soares tem problema financeiros? Pois é, o dinheiro vinha de onde? secaram as fontes da Camara de Lisboa e dos amigalhaços do governo, cheios de interesse por uma ajudinha do velho para treparem? só vigarices e nós a pagar

Ao camarada camaleão, o injurioso Há 2 semanas

Este comentador, camarada camaleão, ainda não se apercebeu que ele é que é o grande boçal. Tenha maneiras e deixe de chamar aos outros aquilo que é. Este cromo atira para todos os lados sem se dar conta que ele é o próprio mafarrico, grosseiro e deselegante. Raios que o partam com as suas injúrias.

LT Há 2 semanas

Então e o caso TECNOFORMA, não há vergonha na cara para a denúncia?

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub