Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 29 de dezembro de 2016 às 00:01

O Bloco e a arte dramática de Catarina Martins

O desporto preferido nos últimos meses foi tentar adivinhar o prazo de vida da "geringonça". Primeiro foi a dúvida sobre se Bloco de Esquerda e PCP aceitariam o aumento do ISP (Imposto sobre os Produtos Petrolíferos).

Depois foi o plano B, que era para não existir mas existiu mesmo (1572 milhões de euros de despesa congelada), com prejuízo da Educação e Saúde. Depois foi o fim da sobretaxa, que era para ser imediato mas

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião86
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Não é pessimismo nem agoiro, é prudência Há 3 semanas

Os portugueses que não apostam neste governo, não estão aziados, estão preocupados com o caminho que o país está a levar. A divida cresce perto de 5O milhões por dia, e até quando isto será possivel? Depois não gostam de pagar juros e se estes subirem, como se julga que vão subir, que acontecerá?

Comentador "a dor ..." Há 3 semanas

Queriam governar pelo medo, sistematicamente a querer assustar-nos, tiveram azar, já não enganam ninguém. Não passam de uns miseráveis tipo quadrilha. Cpts

lol Há 3 semanas

O careca continua aziado.

A dor é tremenda e agrava-se Há 3 semanas

diariamente para aqueles que apostavam (e apostam) na curta duração deste governo. Preconizaram o piorio. Aumentos brutais no desemprego, queda nas exportações, aumento do deficit, queda do governo, etc, etc, . Para espanto (só deles) o inverso aconteceu e continua a acontecer. São pobres coitados

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub