Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 26 de junho de 2017 às 21:04

O efeito manada nos investimentos em bolsa

As bolsas mundiais vivem um momento de recuperação. Superados vários obstáculos que ameaçavam a confiança dos investidores, como as eleições francesas, os principais índices accionistas negoceiam próximos de máximos.

E os principais bancos de investimento identificam oportunidades nas acções. Contudo, realçam que é preciso ser selectivo. Mas, para o JPMorgan, esta "sala" está a ficar demasiado cheia. É que, segundo um inquérito realizado pelo JPMorgan junto de gestores de activos e citado pelo Business Insider, os investidores estão a apostar nas mesmas posições, o que cria uma situação de risco. "Isto origina um problema, na medida em que limita o potencial de subida", ao mesmo tempo que "aumenta o potencial de queda se todos tentarmos sair pela mesma porta ao mesmo tempo", referiu Jan Loeys, responsável pela alocação de activos e investimentos alternativos do JPMorgan, numa nota para clientes. O mesmo especialista explica que, como toda a gente está a apostar em acções, isto torna o mercado mais vulnerável a notícias adversas. E quando ainda há um conjunto de importantes eventos eleitorais na Europa e Donald Trump na Casa Branca, estas podem chegar a qualquer momento.

 

Jornalista 

A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub