Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 10 de dezembro de 2017 às 21:30

O Montepio está a pedi-las

Há dias o presidente da Associação Mutualista comunicou no almoço de Natal que a Santa Casa vai ficar com 8,3% do capital do banco e que entrarão dois novos administradores para o banco. Félix Morgado (...) não gostou e anunciou a saída.

José Félix Morgado decidiu abandonar o banco Montepio. Ao que tudo indica, por divergências com a Associação Mutualista, principal acionista da instituição.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 5 dias

Aliás uma coisa que devia estar vedada ou proibida a Misericórdias, IPSS, similares e associações como sindicatos, é o investimento em acções e a constituição de ou a participação em empresas.

Vejo que alguns leitores/ comentadores não gostam dos meus escritos. Bom, eu faço análise e apresento argumentos. Convido a que façam o mesmo.

Provavelmente trata-se de lacaios de Tomás Correia/ Melícias, pois essa dupla na sua estratégia para se tornarem DDMT (donos do Montepio todo) teve de criar uma corte de lacaios a quem retribuíu com promoções, cargos, mordomias e privilégios muito para além do que a competência e valia profissionais dos ditos justificaria.

Naturalmente, esses beneficiários sentem-se agradecidos e reconhecidos e em troca continuam a fazer o papel de canídeos protegendo os donos.

comentários mais recentes
AA Há 4 dias

QUEM TOMOU A DECISÃO DA MISERICÓRIDA ENTRAR NO MONTEPIO DEVIA SER PRESO. DE QUE ESPERAM PARA PRENDER O CORRUPTO DO SANTANA LOPES?

Assim vamos com esta gente, como ficará? Há 5 dias

Que tem estes moralistas de esquerda a dizer sobre a raríssima, instituição dependente da segurança social, onde foi paga uma voagem a Noruega a uma deputada do PS, esposa do ministro que tutela a instituição, para além dos gastros sumptuosos com ordenados, suplementos e outros na administração?

Observador Há 5 dias

ÓH CAMILO PELA 1ª VÊZ ESTOU DE ACORDO CONSIGO ! STA CASA MESERICORDIA METIDA NUM BANCO ? EU que sou leigo em assuntos bancários nota-se que é mais TACHOS para alguns ....

Fernando Há 5 dias

Como só consigo ler o título, acho-o de um predador, sexual ou não. Está a pedi-las? A pedir o quê? Soa-me a ameaça. Ou assim, 'o colunista ponha-se a pau'. Ou então assim, ó 'o colunista nem sabe com quem se está a meter' ou ainda 'o colunista depois não se queixe'

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub