Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 21 de Outubro de 2016 às 00:01

O Governo tem razão nos salários da CGD

O novo CEO da Caixa Geral de Depósitos vai ganhar 423 mil euros por ano, aproximadamente mais 80% do que ganhava José de Matos, seu antecessor na instituição.

Nota: Este artigo está acessível, nas primeiras horas, apenas para assinantes do Negócios Primeiro.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião39
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Desanimado Há 2 semanas

Não sei os códigos morais por que se rege esta gente mas o novo CEO da Caixa quando chega a casa no fim do dia pode olhar para o espelho e afirmar: Hoje trabalhei mais que um vulgar engenheiro, médico, professor,arquitecto, enfermeiro, operário..! NÃO, NÃO PODE!!

No limite a diferença poderá ser justificada pelo dinheiro que a sua gestão fará a CGD encaixar. Mas também aqui temos um problema. Quer este senhor gira mal ou bem este salário está garantido e é aí que que tudo isto se torna escandaloso. No limite se a gestão for ruinosa ou medíocre, até o caixa que está aos balcões do banco contribuiu muito mais para o sucesso do banco que este senhor.

São este mimos que revoltam os cidadãos. Quanto a mim considero que atingidos objectivos justificáveis então pague-se lá ao senhor, de contrário não merece mais que o caixa que está ao balcão, que nem sequer teve a oportunidade de auferir tamanho montante quer trabalhe bem, quer trabalhe mal.

comentários mais recentes
Deturpador, o camaleão comunista Há 2 semanas

Seu camaleão comunista, muito falou do défice excessivo, afinal o governo anterior fez 2,80% como dizia a Dª. Maria Luiz, ficando a baixo do valor pedido por Bruxelas para débitos excessivos. O banif não conta para o défice mas o governo actual, tomou medida errada, havia outras soluções

Anónimo Há 2 semanas

Os ordenados desta gente são um escândalo ! além das mordomias limpas que sacam ! Os próprios deviam ter vergonha do receber, num País onde há baixos salários e pessoas que caíram na desgraça sem nunca terem comido do sistemas como este agora!

Anónimo Há 2 semanas


PENSIONISTAS DA FP-CGA ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO.


Os descontos efetuados pela FP só permitem pagar metade do valor das pensões.

O resto vem dos impostos pagos por todos os portugueses (ou seja, NÃO é propriedade do pensionista)!

É ROUBADO pelo pensionista.

anonimo Há 2 semanas

C.L. nem que o senhor desse o seu c u u u, somado à sua estupidez, não valia isso

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub