Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 18 de Outubro de 2016 às 00:01

O setor automóvel tem razão de queixa

Foi sempre um dos setores da economia mais afetado por restrições. Primeiro pela via da contingentação (fixação de quotas), nos anos 70 e primeira metade de 80. Com a adesão à então CEE terminaram as quotas e optou-se por criar um imposto que penalizava a cilindrada ("ad valorem").

A fórmula só mudou aquando da introdução de um coeficiente ambiental: quem polui mais paga mais.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião222
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Fernando Sarmento Há 3 semanas

Este ca(ra)melo anda a precisar de umas amêndoas na páscoa...

comentários mais recentes
Ohhh Camilo !!! Há 3 semanas

Devia existir um imposto para carecas ao volante como tu !!

Anónimo Há 3 semanas

saudades tenho dos idos tempos do professor cavaco silva que trocava de jipe de dois em dois anos e não pagava imposto automóvel... quem trabalha que pague impostos...

EM CONCLUSÃO Há 3 semanas

O EMPOBRECIMENTO DA PAFAS, CORRESPONDEU A UM PLANO SINISTRO PARA UM PAÍS DE MUITOS POBRES E POUCOS RICOS.

FADO, FUTEBAL E FÁTIMA- OH, OH !

PENA O CAMILÃO JÁ NÃO ESTAR Há 3 semanas

NA TVI A ENSINAR AS VELHINHAS A POUPAR. POIS CERTAMENTE IRIA ENSINAR : MOINHO SEM ÁGUA NÃO MOVE VELAS .

FOI TAL O GARROTE POSTO PELA PAFAS, QUE QUERIA IR ALÉM DA TROIKA QUE REBENTOU COM A ECONOMIA, TANTO QUE COSTA TEVE QUE NEGOCIAR QUE PORTUGAL FOSSE SANCIONADO.




ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub