Fernando  Sobral
Fernando Sobral 20 de outubro de 2017 às 09:29

Os lucros do BCE com a Grécia. E a novela catalã

Agora que a crise das dívidas soberanas está um pouco mais calma, é tempo de fazer contas. É isso que faz Éric Toussaint no "Público.es": "Mario Draghi acaba de reconhecer que os bancos centrais dos países membros da zona euro obtiveram 7800 milhões de euros de benefícios graças aos títulos gregos.
Títulos que o BCE comprou entre 2010 e 2012 no âmbito do programa SMP (Securities Markets Programme). Convém recordar que isto foi conseguido pelos 14 países da zona euro que concederam empréstimos bilaterais à Grécia em 2010, com juros abusivos de cerca de 5%. Por exemplo, a Alemanha lucrou cerca de 1300 milhões de euros graças ao seu empréstimo bilateral à Grécia. A mecânica é implacável: de cada vez que uma parte dos lucros obtidos pelo BCE com os títulos gregos foi transferido para Atenas, esse dinheiro foi imediatamente repartido entre os credores para pagar a dívida. Há que terminar com este saque".

Na Catalunha continua a luta política. No catalão "La Vanguardia", Francesc-Marc Álvaro, escreve: "Não são delinquentes comuns nem terroristas, não são corruptos nem corruptores, não são violadores nem maltrataram as suas mulheres. Não são criminosos, mas encerraram-nos na prisão. Jordi Sanchez e Jordi Cuixart dormem desde segunda-feira na prisão acusados de sedição. (…) A primeira operação de qualquer poder que actua de maneira abusiva é negar o seu carácter autoritário". Já Orfeo Suárez, no "El Mundo" fala do futebol catalão: "Desde fora da Catalunha é fácil criticar o Barcelona debaixo de um argumento simples: o desporto não se deve misturar com a política. A realidade é que tudo tem relação com a política, e por isso é melhor que actuemos sobre as coisas como elas são em vez de divagar sobre como deveriam ser. A situação do Barcelona é muito complexa, porque antes de um clube desportivo, é uma associação, não uma sociedade mercantil, ou uma empresa, que pode mudar a sua sede social".
A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
surpreso Há 4 semanas

Por isso o sacan pôs o dinheiro a render zero.Está contente, esse idiota Toussant?

5640533 Há 20 horas

Com Portugal também ganhou uma pipa de massa.

Saber mais e Alertas
pub