Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 03 de fevereiro de 2017 às 00:01

Os sindicatos e as fábricas de desemprego estrutural

Portugal é um país estranho. Um país onde as políticas económicas são decididas, e implementadas, sem ligação à realidade. A concertação social, coisa que muita gente elogia como se fosse a última Coca-Cola do deserto, é uma delas.

Nota: Este artigo está acessível, nas primeiras horas, apenas para assinantes do Negócios Primeiro.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais
A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

...a destruição do emprego em Portugal como em toda a Europa vem da entrada da China na OMC ... o "made in China" que se vende nas feiras às lojas dos chineses e nos grandes supermercados fecharam muitas fàbricas aumentou a divida nacional e fez muito desemprego e emigração...

Aguenta boy Há 3 semanas

flop

Triste, só e abandonado Há 3 semanas

Coitado do Camilo. Todos o abandonam. A malta de esquerda votou-o ao ostracismo. A malta de direita já se fartou das cronicas, pois bate sempre no ceguinho. De vez em quando lá aparece um "para-quedista" com pena do Camilo a escrevinhar qualquer coisa Camilo arrume as botas Já deu o que tinha a dar

MEU CARO ORTIGÃO, MEU CARO ORTIGÃO Há 3 semanas

QUEM REDUZIU A LEGISLAÇÃO LABORAL A UMA INSIGNIFICÂNCIA FOI A PAFAS IRREVOGÁVEL.TUDO EM NOME DO AUMENTO DO EMPREGO, COISA QUE SE VERIFICOU DE FORMA RESIDUAL.

SE É ISTO QUE QUERIA DIZER, ESTAMOS CONVERSADOS...

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub