Raquel Godinho
Raquel Godinho 08 de novembro de 2017 às 20:16

Petróleo e dólar vão na mesma direcção

As duas últimas semanas trouxeram uma novidade no que diz respeito à evolução das várias classes de activos. O petróleo subiu e atingiu máximos de dois anos, mas o dólar também valorizou.

Tipicamente, e uma vez que a matéria-prima é denominada em dólares, o preço do petróleo tende a cair quando a nota verde valoriza, uma vez que torna o investimento menos atractivo. Contudo, não é isso que tem acontecido desde 25 de Outubro, frisa a Bloomberg. Neste período, o crude avança mais de 9%, enquanto a divisa dos Estados Unidos ganha cerca de 1,3% face às principais moedas negociadas. Com estes desempenhos, a correlação entre o dólar e o petróleo está próxima de máximos de dois anos.

Há alguns factores a contribuir para esta convergência no desempenho destes dois activos. O dólar tem sido impulsionado pelos dados macroeconómicos positivos nos Estados Unidos e pela expectativa em torno da reforma fiscal que deverá ser apresentada em breve. Já o petróleo tem sido animado pela expectativa de um prolongar nos cortes da produção da OPEP e pelo lançamento de uma verdadeira ofensiva contra a corrupção na Arábia Saudita. Trata-se de um momento não muito frequente em que caminham na mesma direcção. Resta saber por quanto tempo.

 

Jornalista

A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub