Raquel Godinho
Raquel Godinho 16 de outubro de 2017 às 20:12

Se não os podes vencer, junta-te a eles

Já que os bancos não vão conseguir impedir a ascensão das tecnológicas no seu negócio, mais vale que se preparem.

A indústria dos pagamentos tem sofrido alterações profundas ao longo dos últimos anos. E foi um dos temas debatidos, no fim-de-semana, na reunião do Institute of International Finance, em Washington. "Todos os bancos estão muito focados na área dos pagamentos. Esta pode ser a batalha financeira que será travada nos próximos 15 anos." Quem o disse foi Jes Staley, presidente executivo do Barclays. E várias têm sido as empresas a aproveitar para entrar neste segmento, mesmo aquelas que nada têm que ver com o sector financeiro. É o caso das tecnológicas Apple e Amazon. Mas o Barclays está atento a estes movimentos. Jes Staley considera que o banco precisa de defender as suas vantagens no negócio de pagamentos na rivalidade com as tecnológicas. Além disso, defendeu também que, uma vez que a cibersegurança é uma das principais preocupações do sector financeiro, os reguladores terão de "alargar o seu alcance" à medida que mais empresas entram no segmento dos pagamentos. E não esteve sozinho. Outros banqueiros demonstraram a sua preocupação em relação a quem tem acesso à informação financeira dos clientes. Já que os bancos não vão conseguir impedir a ascensão das tecnológicas no seu negócio, mais vale que se preparem.

 

Jornalista

A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub