Fernando Ilharco
Fernando Ilharco 08 de fevereiro de 2018 às 20:40

Trabalhar sob pressão

Estar bem preparado muitas vezes não é suficiente. A ansiedade, as preocupações e os contratempos podem comprometer os resultados. Fazer bem é muitas vezes também prejudicado por preocupações a mais, pelo perfeccionismo.

William Harms, da Universidade de Chicago, identificou uma série de comportamentos que levam as pessoas a bloquear: pensar demasiado no que se está a fazer, ter receio de falhar, de que corra mal, ter medo de não estar à altura das expectativas, etc. Tentar controlar todos os aspectos das tarefas em que estamos envolvidos retira-nos fluidez no trabalho.

 

É possível, no entanto, bloquear o que nos bloqueia. Sian Beilock, também da Universidade de Chicago, realizou testes com jogadores profissionais de golfe e descobriu que quanto menos os jogadores analisavam as jogadas melhores desempenhos tinham - estar concentrado e focado, mas não analisar e analisar… Cantar ou assobiar, por exemplo, evita que o cérebro analise em demasia o que estamos a fazer. Sob pressão, o que fazemos corre mais facilmente se estivermos ligeiramente desligados, fluindo, a ouvir música, por exemplo.

 

Outros testes mostraram ainda que a performance profissional pode também ser afectada quando se lida com preconceitos; do género, os homens são sempre assim e as mulheres são sempre assado. A desconstrução de preconceitos ou o surgir de modelos de sucesso que desmintam esses mesmos preconceitos são formas eficazes de assegurar que o desempenho não é afectado. Testes a alunos liceais de raça negra e de raça branca apresentaram resultados significativamente diferentes quando realizados antes e depois de o Presidente Barak Obama ter sido eleito. Para a comunidade de cidadãos negros nos Estados Unidos, a eleição de Obama mostrou que esses cidadãos são capazes de fazer o que quer que seja, desmistificando preconceitos e fazendo subir, instantaneamente, a performance de muita gente.

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Bruno de Carvalho é um labrego! 08.02.2018

Bruno de Carvalho dorme com os 3 olhos fechados. Usa uma venda e um pepino!!!!!!!!

pub